BrasilEleições 2018Notícias

Justiça suspende benefícios do ex-presidente condenado Lula

Uma decisão da Justiça Federal da 6ª Vara de Campinas (SP) suspendeu de forma imediata os benefícios concedidos ao ex-presidente condenado Luiz Inácio Lula da Silva, o Lula (PT).

Mesmo preso, Lula ainda possuía direito à segurança, motorista, veículos e cartão corporativo. A Justiça decidiu o óbvio: preso, Lula não precisa dessa estrutura que é oferecida em função do cargo que ocupou.

O juiz Haroldo Nader destaca que é fato notório que Lula está sob custódia permanente do Estado, o que torna absurdo que ainda tenha tido acesso às regalias desde o dia 7 de abril.

A decisão foi tomada após uma ação popular movida pelo advogado Rubens Nunes. O advogado não questionou o decreto de previsão de direitos a ex-presidentes, mas sim o fato desses benefícios serem mantidos a um ex-presidente que foi condenado e se encontra preso.

A defesa de Lula pretende recorrer. Lula quer os privilégios.

O ex-presidente está preso há 40 dias e cumpre uma pena de 12 anos e um mês de cadeia por crime de corrupção. Lula foi condenado em duas instâncias.

Tags
Ver mais

Artigos relacionados

2 Comentários

  1. Somente nesse país um EX-PRESIDENTE tem direito de manter suas regalias. Parabéns ao Magistrado pela decisão!

  2. Mais do que certo mesmo. Onde já se viu, condenado e preso com regalias??? Se está preso é bandido, e bandido não deve ter regalias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close