BrasilNotícias

Lava Jato: ex-ministro Henrique Alves tem prisão domiciliar revogada

Mais um suspeito de participar do esquema da Lava Jato tem a prisão revogada pela Justiça. Desta vez, o ex-ministro Henrique Eduardo Alves (MDB) teve o benefício concedido pelo juiz Francisco Eduardo Guimarães Farias, da 14ª Vara Federal de Natal (RN).

Alves estava em prisão domiciliar. Com a decisão, ele passará a responder em liberdade ao processo oriundo da Operação Manus. O ex-ministro é acusado de participar de um esquema de desvios de recursos na construção da Arena Dunas.

Henrique Alves foi alvo de duas ordens e prisão pelas operações Manus e Sépsis. A primeira é relativa a construção da Arena Dunas. Já a segunda aponta desvios no Fundo de Investimentos do FGTS, que é administrado pela Caixa Econômica Federal (CEF), da qual Alves foi presidente.

Em maio do ano passado, Alves teve um pedido de liberdade concedido e passou a cumprir prisão domiciliar. O emedebista responde por corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa. Ele alega inocência.

Tags
Ver mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Close