MundoNotícias

Le Pen rejeita fazer exames psiquiátricos impostos pela Justiça

A líder direitista francesa Marine Le Pen recusou uma ordem judicial que a obriga a passar por testes psiquiátricos por denunciar crimes do Estado Islâmico.

O teste visa verificar se ela “é capaz de responder perguntas” ou “apresenta transtornos mentais ou psiquiátricos”, afirma o documento enviado pela Justiça da França.

A decisão do tribunal de primeira instância de Nanterre, região metropolitana de Paris, enfureceu a líder direitista francesa.

Marine Le Pen declarou:

Eu pensei que tinha direito a tudo mas, pelo visto, não! Por denunciar os horrores do grupo terrorista Estado Islâmico (EI), a justiça me submete a um exame psiquiátrico! Até onde eles vão?

As imagens em questão são de execuções cometidas pelo Estado Islâmico em resposta a um jornalista que comparou o partido de Le Pen ao grupo jihadista.

Le Pen afirmou que não vai fazer os testes:

Não vou, obviamente, me submeter a esse exame psiquiátrico”, disse ela a jornalistas na Assembleia Nacional. “Estou esperando para ver como os magistrados pretendem me forçar a fazê-lo.

Fonte: Tarciso Morais – Renova Mídia

Ver mais

Ricardo Roveran

Estudante de artes, filosofia e ciências. Jornalista, crítico de arte e escritor. Escrevo por amor e nas horas vagas salvo o mundo.

Artigos relacionados

13 Comentários

  1. Um verdadeiro absurdo de quem quer falar a verdade, mas é tido como louco! O establishment está desesperado e pronto pra fazer qualquer merda pra calar a verdade!

  2. Não precisa ir longe!
    Aqui mesmo dentre nós, INFELIZMENTE, há propagador de FAKE NEWS tmb relacionada à França.
    .
    Gravaram vídeo falando de uma Lei que supostamente teria reduzido a idade para que o ato sexual não fosse mais considerado pedofilia, quando na verdade tratava-se, ao contrário, de uma ampliação da Lei.
    Ou seja, mais proteção.
    .
    Quem gravou isso NÃO teve a seriedade, a honradez de desmentir, quiçá se desculpar. Ficou por isso mesmo e segue como farol da moral alheia.
    .
    Já me desinscrevi de tal canal etc.
    .
    Quer acusar os outros de FAKE NEWS, mas age igual à imprensa mainstream. Fica quieto como se nada houvesse ocorrido.

  3. Meu caro Marcel, vc entendeu errado. A lei francesa não reduziu a idade para o ato sexual. A coisa é bem sutil. Sequer toca na palavra “pedofilia”. A lei francesa diz que não há mais idade mínima de consentimento para o ato sexual, o que, na prática, descriminaliza e legaliza a pedofilia.

  4. Este é o caso clássico de uma esquerda que não quando dizem uma VERDADE, pois não convivem com ela, estão sempre na ILUSÂO, um Mundo paralelo, onde só eles existente na mentira. Quando veem uma VERDADE sendo exposta morrem de medo e não gostam, é assim em todo lugar, mas não vão resistir ao brilho intenso da LUZ. Pois tudo que queremos é VERDADE, LUZ E VIDA, e se encontramos isso no lado contrário da esquerda aloprada, pode ser o nome que seja, é lá que estarei. Não me interessa o nome que seja, a pessoa que representa essa tríade, se está na frente, meu objetivo é recuperar minha liberdade, meu respeito, minha família, minha saúde, minha educação e minha segurança. E onde eu posso encontrar tudo isso? No lado oposto da esquerda, e se chama DIREITA.

  5. A França é um país condenado ao fracasso..

    As vezes me pergunto se na 2a Guerra Mundial, quando os Nazistas invadiram a França (com pouca ou sem nenhuma resistência militar dos Franceses) na verdade muitos franceses já não eram simpaticos e ansiavam por esta mudança.. ?

    Analisando a historia da França, após a queda da bastilha e sucessivos movimentos sociais de movidos pelo ‘pensamento revolucionário’, me parece que a classe intelectual francesa é tão hipocrita e rebelde que já acontece por lá, aquilo que Olavo de Carvalho mais temia sobre as promessas de Renê Guenon, que é quando o Islã toma o lugar do Cristianismo, com a promessa de disciplinar aqueles Cristãos hereges.

    Gostaria de sugerir que os comentarios aqui do site tivessem um sistema de votação e de resposta similar ao do youtube, no qual os comentários mais pertinentes ficassem melhor rankeados, do que ser obrigado a ler queixas de analfabetos funcionais sobre uma interpretação equivocada de mudanças na lei francesa quando ele mesmo não tem a mínima noção do que fala..

    Sucesso ao Terça-Livre!

  6. Se eu fosse ela, faria sim. Justamente para demonstrar o grau de imbecilidade do atual Governo Francês.
    E se for uma junta médica forjada para incrimina-la como desequilibrada, eu me submeteria a outro especialista independente fora da França, contrataria um detetive particular para investigar a fraude e divulgaria o resultado na imprensa para desmoralizar mais o ainda o Marcron, que é o mais rejeitado presidente da História.

  7. A esquerda francesa vive tão no mundo da lua que, ao se depararem com alguém mostrando-lhes a realidade, acham aquilo um absurdo e tratam logo de considerar o indivíduo como um louco e mandá-lo para tratamento( o tratamento seria tentar trazer o indivíduo para o mundo da fantasia novamente ).

  8. Concordo com o Renato. Uma ferramenta de avaliação e resposta individual seria um excelente feedback. Providenciem pra nós, Terça Livre!

  9. A França está se deteriorando!

    Em todas as notícias que envolvem globalistas e suas experimentações, a França é sempre parte do “esquema”, o povo é obrigado a participar de todo tipo de experiência social, uma loucura!

    Muito corajosa essa mulher de enfrentar os globalistas no país mais influenciado por eles.
    Com certeza, farão de tudo para prejudicá-la e acabar com a reputação dessa senhora por lá.

  10. Também concordo com o Renato, especificamente no que tange a um sistema que permita avaliar respostas individuais.

    Demais disso:

    Alcleir, você acredita, mesmo, que cumprir esse ato de incrível autoritarismo mostrará a imbecilidade do governo francês? Mesmo que ela fizesse o exame com um especialista despojado de vínculo ideológico com aquele governo, seria ingênuo contar com a imprensa de qualquer lugar para divulgar um resultado favorável à líder direitista. Não se pode perder de vista que se trata de esquerdistas no ápice do totalitarismo, com ódio visceral a qualquer oposição que lhe façam. E isto no mundo todo. Vide o que acontece aqui com o Bolsonaro, cujo potencial homicida, preso e sob investigação foi autorizado pelo Ministério Público a conceder duas entrevistas para a imprensa – aquela imprensa louca de ódio pelo presidenciável de direita.

    É preciso entender: não é possível diálogo com essa esquerda totalitária. Nem eles querem isso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Close