BrasilNotícias

Lula acusa Odebrecht de manipular provas

A defesa de Lula pediu a anulação das provas entregues pela Odebrecht no caso do sítio em Atibaia (SP), afirmando que o material é “imprestável”. O pedido diz ainda que esses documentos devem ser inutilizados,  “evitando-se, dessa maneira, futuras utilizações indevidas e, até mesmo, novas condenações criminais com base em documentos manipulados”. A base do pedido é um laudo do perito Cláudio Wagner, assistente da defesa, que afirma que  “além da inobservância, por parte do Ministério Público Federal, das normas e procedimentos estabelecidos para o recebimento das apontadas mídias oriundas da Odebrecht, o órgão ministerial “contaminou o material recebido alterando o seu estado original, fato que é mundialmente consagrado como inadmissível em matéria de prova digital forense”.

Tags
Ver mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Close