Mundo

Macron não aguentou a pressão dos coletes amarelos

Governo francês decidiu suspender aumento de impostos após manifestações

O primeiro-ministro francês, Edouard Philippe, anunciou que o governo da França irá suspender o aumento dos impostos sobre os combustíveis, previsto para 1º de janeiro, para tentar acalmar os protestos dos “coletes amarelos”

“Nenhum imposto merece pôr em perigo a unidade da Nação”, declarou o primeiro-ministro, referindo-se aos protestos violentos do fim de semana.

“É preciso estar surdo” para “não ouvir a cólera” dos franceses, acrescentou o premiê francês, que anunciou as medidas em um discurso transmitido pela televisão.

Para tentar conter a revolta da população, o governo também anunciou a suspensão da alta das tarifas do gás e de energia elétrica durante o inverno.

Várias pessoas do movimento “coletes amarelos” já se pronunciaram dizendo que a medida é “insuficiente”.

“Os franceses não querem migalhas”, disse à AFP Benjamin Cauchy, presente nos protestos de rua.

Fonte: AFP

Tags
Ver mais

Fernanda Salles

Jornalista/Repórter

Artigos relacionados

5 Comentários

  1. Não se animem com esses protestos na França contra Macron. Parece que o movimento tem muitos socialistas. Que tem exigido inclusive a taxação de grandes fortunas. Os Franceses se renderam as políticas sociais da esquerda e querem que Macron siga rigorosamente essa cartilha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Close