MundoNotícias

Maduro planeja tomar Guiana à força; ministros brasileiros foram ao local

O ditador da Venezuela Nicolas Maduro tem planejado um ataque à Guiana para a tomada de território.

O objetivo do ditador seria se apoderar da região de Essequibo. Segundo as primeiras informações, a Organização das Nações Unidas (ONU) tem se afastado da discussão e deixado “ao Deus dará…”.

Quem pode acabar se envolvendo é o Brasil. As forças militares brasileiras podem mandar um recado para Maduro de que não tolerará tal ação.

O ministro da Defesa, Raul Jungmann e o ministro da Justiça, Torquato Jardim viajaram, nessa quinta-feira, 08, para Paramaribo (Suriname) e Georgetown (Guiana), onde se reúnem com autoridades locais para justamente discutirem segurança de fronteiras.

Tags
Ver mais

Artigos relacionados

Um Comentário

  1. Maduro, será?

    O ditador bolivariano Nícolas Maduro demonstra ser inconsequente e desequilibrado. Acredito que sim, ele irá tentar medidas de uma invasão militar.

    E mesmo com uma resposta imediata do governo brasileiro, não haverá intimidação por parte de Maduro.

    HÁ MALES QUE VEM PARA O BEM

    Acontece que havendo uma ação militar de Maduro na Guiana, isso irá provocar o fim do seu regime de governo. Pois uma reação militar internacional, se tornará necessária. Não somente Brasil se envolverá em retaliação à Maduro, bem como possivelmente Argentina, Colômbia e Estados Unidos se engajarão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close