Maia diz que intenção é votar reforma administrativa até julho de 2020



O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse hoje que a intenção é votar a reforma administrativa que será enviada pelo Poder Executivo – até julho de 2020.

O pacote de Bolsonaro deve criar regras para futuros servidores, com diminuição de gastos e melhoria na qualidade do serviço público.

“Do meu ponto de vista, a parte da Câmara certamente estará aprovada até o final do primeiro semestre do próximo ano”, disse Maia ao chegar à Casa nesta quarta-feira.

Ele destacou que a Câmara dos Deputados já tem feito uma análise com a consultoria Falconi para melhorar a eficiência da gestão. Segundo ele, o objetivo da reforma administrativa é garantir a eficiência do serviço público, além da economia.

“São dois eixos. Não é só gastar menos, é gastar bem. O Brasil hoje gasta muito e gasta mal. Você não vai tratar só do ponto de vista da economia, a reforma administrativa parte da qualidade do serviço público”, explicou.

Debate no Senado

Maia disse ainda que os deputados devem acompanhar – formalmente ou informalmente – a tramitação no Senado do pacote enviado ontem pela equipe econômica.

São propostas que buscam frear emergencialmente os gastos públicos, alterar regras de fundos e também rediscutir a divisão de recursos entre União, Estados, Distrito Federal e Municípios.

Fonte: Câmara dos Deputados

Sobre o Colunista

Bruna de Pieri

Bruna de Pieri

"Cheguei mesmo à conclusão de que escrever é a coisa que mais desejo no mundo" (C.L.) | Jornalista, Católica, 22 anos,

8 Comentários

Clique aqui para comentar

  • E os gastos com o Congresso Nacional? Rodrigo Maia, o CN deveria seguir o mesmo exemplo do Executivo e começar por acabar os privilégios.

  • Acredito que o ministro Moro deveria junto ao Ministério do governo Digital criar e divulgar mais mecanismos que tornem a documentação pública mais transparente, principalmente as NOTAS FISCAIS que estes órgãos pagam e os processos licitatórios.
    O TRF4 já tem um bom projeto que é o SEI ( Serviço Eletrônico de Informação) basta agora cobrar todos os órgãos a utilização, e fazer o Arquivo Nacional cobrar e fiscalizar na Esfera Federal.
    Lembrando que o Arquivo Nacional é subordinado ao Ministério da Justiça.

  • Fundo partidário da vergonha e pacotão para salvar corruptos votam em 1 noite ! Reformas para arrumar o país demoram 10 meses !!
    Esses caras estão afrontando a população !!
    Canalhas !!

  • Precisamos acabar com a cultura do SEGREDO no setor PÚBLICO, temos que cobrar mais transparência, e para isso já existem legislações.

    Portaria Interministerial MJ/MP nº 2.320/2014 “Institui o Sistema Protocolo Integrado no âmbito dos órgãos e entidades da Administração Pública Federal.”

    Lei nº 8.159/1991 “É dever do Poder Público a Gestão Documental e a proteção especial a documentos de arquivos, como instrumento de apoio à administração, à cultura, ao desenvolvimento científico e como elementos de prova e informação.”

  • não é intenção, mas programa dos porcos do congresso de arrastar qualquer projeto do gov. para desgastar(barganhar) o que puder.

  • Junho de 2020? Uh, isso aconteceria se o pacote já estivesse na mão deles… que absurdo, tudo aqui funciona assim, o prazo inicial e mais ágio são 06 meses. Putz, vai Brasil!!!

Blog Authors

Alexandre PachecoAlexandre Pacheco

Alexandre Pacheco é Professor de Direito na FGV, Advogado, Palestra...

Guilherme Galvão VillaniGuilherme Galvão Villani

Mariliense. Gosto pela Administração, Contabilidade e Finanças. Atu...

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...