Maia quer incluir Bolsa Família na Constituição Federal



O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), anunciou nesta terça-feira (19) uma agenda legislativa para o desenvolvimento social.

De acordo com o parlamentar, o objetivo é propor uma série de propostas voltadas ao combate à pobreza e à redução das desigualdades.

Maia designou um grupo de parlamentares, que vai ser coordenado pela deputada Tábata Amaral (PDT-SP), para apresentar um pacote de medidas legislativas, a fim de equilibrar as ações de recuperação econômica e fiscal do Estado com a necessidade de uma pauta consistente de proteção social.

A agenda de desenvolvimento social terá cinco eixos principais: garantia de renda; inclusão produtiva; rede de proteção ao trabalhador; incentivo à governança responsável com uma Lei de Responsabilidade Social; e promoção do acesso à água e ao saneamento.

Rodrigo Maia destacou que as reformas econômicas no País precisam ter um viés social para que haja mais contribuição dos que possuem mais renda. Segundo ele, a Câmara já deve dar inícios aos debates sobre o tema com a criação de comissões especiais.

“O Brasil, ao longo dos últimos 30 anos, construiu um Estado que concentra a renda na mão de poucos, em detrimento da maioria da sociedade”, afirmou o presidente.

“Que comecemos hoje a discutir os projetos e mostrar que nossa agenda vai além das reformas econômicas para que possamos ter um País com igualdade de oportunidades”, declarou Maia.

Entre as proposições a serem apresentadas, está a inclusão do Bolsa Família na Constituição Federal. Também será apresentado um projeto de lei para criar um benefício específico voltado à primeira infância. O foco serão os primeiros cinco anos de vida, fase decisiva para o desenvolvimento cerebral. Esse incentivo incluirá 3,2 milhões de crianças.

Sobre o Colunista

Bruna de Pieri

Bruna de Pieri

"Cheguei mesmo à conclusão de que escrever é a coisa que mais desejo no mundo" (C.L.) | Jornalista, Católica, 22 anos,

4 Comentários

Clique aqui para comentar

  • Denovo eles acreditam que aumentando os tributos para quem tem mais vão ajudar a gerar mais empregos e menos desigualdade, quando na verdade vai ser justamente ao contrário, mais tributos, vão espantar quem tem dinheiro de investir em seus respectivos negócios no Brasil.

  • Cara de pau demais, primeiro garanta que tenhamos educação, saúde, segurança, e empregos, após tudo citado estar em dia, ai vamos colocar mais direitos constitucionais na pauta da casa se necessário.

  • Não aguento o cretino desse Rodrigo Maia querendo impor uma agenda socialista enquanto o Presidente eleito defende uma ideologia completamente contrária.

    Já que ele quer “distribuir renda”, o que para bom entendedor significa distribuir miséria, que reduza o seu salário e de todo o alto escalão do setor público, acabe com seus benefícios imorais e tome medidas a favor do Estado Mínimo para que se possa haver redução e extinção de impostos.

    Como se não bastasse, ele agora quer mais impostos para promover a “distribuição de renda”, infelizmente engana boa parte do povo que acha que isso é bom, não percebe que só vai ganhar mais esmolas em troca de deixar toda essa corja maldita mais rica.

  • Vai incluir uma carteirinha do antro estudantil da impUNE, também?

    Só falta querer classificar a “malandragem” carioca com o patrimônio da humanidade.

Blog Authors

Guilherme Galvão VillaniGuilherme Galvão Villani

Mariliense. Gosto pela Administração, Contabilidade e Finanças. Atu...

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...