Manifestações: “Ativistas pela educação” usam coquetel molotov para incendiar ponto de ônibus

coquetel molotov


Nesta quinta-feira (30/5), durante as manifestações, “ativistas pela educação” usaram coquetel molotov para incendiar um ponto de ônibus em Goiânia.

A informação foi dada pela deputada Joice Hasselmann (PSL-SP). “Uma ação típica do manual de guerrilha urbana do terrorista Marighella. Alguém foi preso?”, questionou Joice.

Imagem ilustrativa.

Assista:

Sobre o Colunista

Redação TL

Redação TL

6 Comentários

Clique aqui para comentar

  • Pois é!

    Acabar com órgãos de utilidade pública como o DOPS e o DOI-CODI foi como retirar as ratoeiras e espalhar o queijo para a CORJA MALDITA.

    Se o Estado não se impôr e descer o cacete amplo, geral e irrestrito, inclusive na imprensa podre, nas pilantrONGs e na ala maldita da vida pública que defende essas LACRAIAS, a sociedade de bem deixará o “bem” de lado e passará a fazer o serviço bem feito.

  • Comuaçim…
    Joga calteira di trabaio qui ningueim qué çabê di ganhá o pãum trabaiando…
    ispera mortandela de gratis e groselia nu ativismu

    FULEIROS

    KAMBURÃUM JÁ.

  • tudo pela “educação” eles dizem, tá bom a gente finge que acredita, a esquerda é um ninho de MARGINAIS

  • Depois levam porrada com cacetete e o Policial é que é condenado..

    É permitido tudo aos criminosos menos serem coibidos com a mesma força com que atacam suas vítimas ou serem responsabilizados pelos seus atos covardes e infantis.

  • Muito bom jornalismo senhor conservador, cristão e estudante de teologia e filosofia.
    Esforço grande demonizar o inimigo. E colocar seu grupo como santo, correto, perfeito e bem intencionado.

    Então se as manifestações da educação podem ser generalizadas por esse ato citado. O ativismo político do dia 26, que tinha como o único objetivo levantar a moral do presidente, pode ser generalizado como um bando de alucinados querendo derrubar a democracia. Querendo derrubar o congresso e o supremo.

    Cuidado. Se a lógica vale pro inimigo também vale pra vocês.

  • A manifestação do dia 26 tinha PAUTAS legítimas, foi ordeira e pacífica, coisa que os esquerdopatas não tem a menor ideia do significado disso.

    Vc pergunta para um esquerdopata qual era a pauta para melhorar a educação, e a grande maioria deles te responderia assim:

    “fora bolsonaro inimigo da nação”
    “lula livre”
    “fora fascistas, nazistas, homofobicos….”

    A esquerda não tem a menor ideia de como melhorar a educação, pq JAMAIS tiveram intenção de melhora-la, ficaram 14 anos no poder e deixou-a pior do que quando entraram, só querem “lula livre” essa é a pauta dessa gente

    Ah, e ontem foi uma PIADA a manifestações, falaram em “tsnunami” e virou marolinha, na próxima vez a gente empresta alguns manifestantes pra diminuir a VERGONHA da esquerda rsrs….

Colunistas

Guilherme Galvão VillaniGuilherme Galvão Villani

Mariliense. Gosto pela Administração, Contabilidade e Finanças. Atu...

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...