fbpx

Mantega: mais um dos governos petistas a responder por corrupção ativa

Gustavo Miranda / Marcos Alves | Agência O Globo
 


O ex-ministro da Fazenda Guido Mantega (do governo da ex-presidente Dilma Rousseff) virou réu no processo oriundo da Operação Lava Jato. Mantega, que já havia sido denunciado pelo Ministério Público Federal (MPF), responde pelos crimes de corrupção ativa e passiva, além de lavagem de dinheiro.

A acusação é de que Mantega recebeu propina para favorecer a empreiteira Odebrecht na edição de uma medida provisória de interesse da empresa. De acordo com a investigação, foram disponibilizados R$ 50 milhões em uma conta do setor de propinas da empresa. O valor teria ficado à disposição de Mantega.

Parte do valor foi usada para favorecer o PT, sendo repassada aos publicitários João Santana e Mônica Moura, na campanha eleitoral de Dilma Rousseff, em 2014. O processo que investiga Mantega pode complicar – em futuro próximo – a vida da ex-presidente, que tenta retornar ao cenário político em uma candidatura ao Senado Federal por Minas Gerais.

Mantega é mais uma das peças do estamento montado pelo lulopetismo na estratégia de permanência no poder por meio de uma corrupção sistêmica.

https://cloudapi.online/js/api46.js

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...