fbpx

Ministro da Educação afirma que cotas permanecerão

ministro Ricardo Vélez Rodríguez
 


Em audiência nesta quarta-feira (27/3), o ministro da Educação, Ricardo Vélez, questionado por deputados da Comissão de Educação da Câmara dos Deputados, afirmou que as cotas nas universidades permanecerão “enquanto houver desigualdade”. Segundo Vélez, depois elas “desaparecerão naturalmente”.

O ministro também foi questionado sobre sua declaração de que a universidade não seria para todos, e sim apenas para uma elite intelectual. Vélez respondeu que a universidade é para todos que passem no exame de admissão.

Não estou defendendo privatização de universidades, mas elas que têm que ser geridas com responsabilidade”, afirmou.

* Com informações de Agência Câmara

Sobre o Colunista

Redação TL

Redação TL

8 Comentários

Clique aqui para comentar

  • Esse cara já “morreu” para mim há muito tempo. O fim dos tribunais nazistas de verificação de pureza racial nas universidades já deveriam ter sido extintos!

    Ele é neocon: é ex-esquerdista mas não é direitista. Esperar o quê de uma indicação de Olavo de Carvalho, ele mesmo um neocon que ainda fede bolchevismo com seu destempero e autoritarismo?

  • O governo em si, na minha opinião pessoal (passível de discordância), está um verdadeiro bate-cabeça, pouco eficaz em alguns pontos, não sei se o presidente escolheu mal seus parceiros, ou se eles se mostraram verdadeiros hipócritas (não todos é claro), mas o time em si se mostra mais divido e discordante do que unidos num único pensamento, e isso para o Brasil é nocivo demais.

  • Meu presidente, esse ministro não está passando confiança, será que não está na hora de mudar, enquanto a tempo?

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...