MundoNotícias

Mortalidade infantil assola a Venezuela do ditador Maduro

Uma criança de até um mês morre a cada 20 minutos no país

Levantamento feito com dados da Unicef e do Banco Mundial mostra que uma criança de até um mês morre a cada 20 minutos no país.

A mortalidade infantil na Venezuela retrocedeu 40 anos e já é duas vezes maior que a média da América Latina. As taxas registradas em 2017 são equivalentes aos índices do país em 1977.

Os dados mostram que, em 2017, uma vez mais, a taxa havia chegado próximo a 20 mortes por cada mil nascimentos.

Em números absolutos, significa que, no ano passado, 12 mil crianças morreram no primeiro mês de vida, uma morte a cada 20 minutos.

Em 1990, por exemplo, o total era de 7 mil mortes.

Outro sinal da crise é a taxa de mortalidade em crianças com menos de 5 anos. Os dados colhidos pela Unicef apontam para 30,9 crianças mortas para cada mil. A taxa, neste caso, é equivalente ao que existia no país em 1989.

Em 2017, de cinco a seis crianças morreram por semana na Venezuela por falta de comida e ao menos 33% da população infantil apresentou atraso no crescimento, conforme reportado.

Fonte: Tarciso Morais – Renova Mídia

Ver mais

Ricardo Roveran

Aquariano bonitão. Estudante de artes, filosofia e ciências. Jornalista, crítico de arte e escritor. Escreve por amor e nas horas vagas salva o mundo.

Artigos relacionados

Um Comentário

  1. A coisa terrivel è que algumas mentes brilhantes ainda continuam apoiando a esquerda criminosa, sera que è tao dificil ver o que esta acontecendo na Venezuela e que se continuar-mos nesse caminho seremos os proximos. Todos os outros candidatos culminan em um ponto unico ou seja, perpetuar-se no poder e a populaçao que se ……………, nao existe uma saida amigavel ou mais amena tem que ser remedio forte mesmo. Bolsonaro 17 neles.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Close