Na Rússia, testemunhas de Jeová são presos pela simples prática da religião



Por decisão da Suprema Corte Russa, ser testemunha de Jeová no país é crime desde 2017. Foi com base nessa censura religiosa que o governo russo prendeu na última semana dois grupos de praticantes da religião em Mordóvia (centro-oeste da Rússia) e no distrito de Iugra (Sibéria Ocidental), informou o Ministério do Interior.

Foram apreendidos celulares, computadores, bíblias e livros com ensinamentos da religião.

Na quarta-feira (6), o dinamarquês Dennis Christensen foi condenado a seis anos de prisão por “extremismo”. Christensen foi condenado após um julgamento que durou 10 meses em Oriol, cidade que fica 400 km ao sul de Moscou. Yaroslav Sivulskiy, porta-voz na Rússia das Testemunhas de Jeová, afirmou que o movimento vai recorrer contra a decisão. Em um comunicado, Sivulskiy afirmou “lamentar a condenação de Dennis Christensen, um homem inocente que não cometeu nenhum verdadeiro crime”.

Sobre o Colunista

Fernanda Salles

Fernanda Salles

Jornalista/Repórter

20 Comentários

Clique aqui para comentar

  • Fico triste com a perseguição que as testemunhas de Jeová vem sofrendo na Rússia. Já desde 2017 que todos os bens da religião foram confiscados e a sede deles fechada. As Testemunhas sofrem essa perseguição desde o governo socialista de Hitler, de 1934 a 1945. Simplesmente por não usarem armas como método de defesa, uma vez que pregam o amor fraterno, como também são neutras na política. Ademais, são cidadãos cumpridores da Lei. Outra informação bem relevante é que em 2015 o próprio governo de Putin premiou uma família de testemunhas de Jeová pela bela educação que tem dado a seus filhos. Foi exemplo em todo o país, com condecoração radiada e televisionada em todo o pais. Lamentável essa mudança de postura hoje daquele governo.

  • JOSIMAR_SB. Na verdade é o próprio governo que tomou a Igreja Ortodoxa. Nos tempos de URSS (que duram até hoje) sempre foi proibido ter outra fé que não fosse a Ortodoxa. Todos os Tzares russos sempre subvertiam a Igreja ao seu bel prazer.

  • ao ler a bíblia fica claro como algumas potencias perseguiram aqueles que serviam a Jeová no passado, pessoas como o faraó do egito, os cézares de roma e até mesmo Hitler mandou milhares de testemunhas de Jeová e Judeus para os campos de concentração, agora é a vez dos cães de Putin ladrar acusações e perseguições….

  • Será que alguns deputados desavisados do PSL vão dizer que isso é socialismo light? Ou será que os esquerdistas vão insistir na tese de que o socialismo acabou com a queda do muro de Berlim? Enfim, as coisas são simples, então é importante desconfiar daqueles que defendem o indefensável com teorias complicadas. Só para não variar, Olavo tem razão.

  • St. Putin kkkkk
    Homem da moralidade religiosa e bons costumes que manda assassinar seus opositores, fornece armas para hamas, isis etc

  • Isso é fruto de um tirano que sonha com delírios da “era soviética” que tanto mal fez a humanidade. Impedir pessoas pacíficas e ordeiras de praticar livremente sua fé é um crime monstruoso!

  • Olá,

    Tenho parentes que seguem os testemunhas de jeová e há tempos eles vem dizendo que estão aumentando as perseguições contra eles pelo mundo inclusive alguns casos aqui no Brasil tbm,e depois falam que cristãos são os que perseguem as outras religiões,lamentável

  • Perseguir e banir Testemunhas de Jeová é fácil pois é religião pacífica, quero ver ter peito de proibir o islamismo e perseguir os muçulmanos.

  • Raphael, não sei o que você ouviu falar das Testemunhas de Jeová para dizer que somos “loucos e pedófilos”; além de ser calúnia, isso é o você pensa, não a verdade sobre nós. Casos de pedofilia existe sim, mas não entre o povo de Jeová, a mídia fala quem são estes. Estude nossas crenças, converse com uma Testemunha de Jeová, raciocine e veja a diferença entre o que você chama de ” loucos” com os que se dizem cristãos e nos perseguem; veja a diferença entre os que matam seus irmãos da mesma religião quando vão pra guerra e nós que somos “loucos” mas vamos até presos por não pegar em armas; veja o ódio entre pessoas que são divididas pela sua nacionalidade e o amor que existe entre nós em todas as nações da terra; veja nossa preocupação, nosso amor por quem nem conhecemos quando pregamos e ensinamos sobre o Reino e sobre a destruição sobre os que se opõem a Deus. Depois de saber sobre tudo isso é ainda assim não entende quando nos ofende, saiba de uma coisa: não é a gente que sente, não somos nós os que precisam de repreensão; são os que apenas repetem o que ouvem falar, os que supõem, os que acham isso ou aquilo de nós. Quem ouve falar, quem acha ou supõem alguma coisa, não sabe de nada!

  • Esses são os que querem ser neutros e jogam fora a chance numa votação democrática pra escolher um homem justo pra ser governante? A expressão tiro no pé cai bem. Beneficiam-se de toda a cultura judaico-cristã, sendo hipócritas, escolhem ser ovelhas tapadas com viseiras de quadrupedes.

  • Gabriel que chance perdemos de não votar nos políticos que você votou? Fazemos muito bem em não votar em ninguém. Jesus disse que seu Reino (Governo) não faz parte desse mundo e súditos do seu reino devem pensar o mesmo. Estamos aqui apenas como embaixadores de Cristo. O embaixador tecnicamente não deve se envolver nos assuntos de outro governo.

  • Com certeza, nossa família internacional vai continuar orando para que Jeová encoraje e dê forças aos nossos queridos irmãos e irmãs que estão presos ou sendo julgados por causa de sua fé. Aguardamos o dia em que ele “providenciará que seja feita justiça” a eles. — Lucas 18:7.

Colunistas

Guilherme Galvão VillaniGuilherme Galvão Villani

Mariliense. Gosto pela Administração, Contabilidade e Finanças. Atu...

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...