MundoNotícias

Nicarágua: entre mortos, feridos e desaparecidos, cresce exponencialmente o número de refugiados

A estimativa é que 448 pessoas morreram, há ainda feridos e desaparecidos

A alta comissária das Nações Unidas para os Direitos Humanos, Michelle Bachelet, afirmou que o número de pessoas que estão fugindo da Nicarágua está aumentando de forma “exponencial” como consequência da crise neste país.

Ao inaugurar a última sessão ordinária do ano do Conselho de Direitos Humanos da ONU, em Genebra, Bachelet pediu a este órgão que reforce sua vigilância sobre o país centro-americano. “Enquanto isso, nós vamos continuar documentando as violações dos direitos humanos na Nicarágua.”

Desde 18 de abril, foi deflagrada uma onda de protestos na Nicarágua que se transformou em uma crise política, econômica e social. Manifestantes protestam contra o governo do presidente Daniel Ortega, acusado de repressão, violência e perseguição política.

A estimativa é que 448 pessoas morreram, há ainda feridos e desaparecidos. A  estudante brasileira Raynéia Gabrielle Lima, de 30 anos, foi morta na capital nicaraguense e até hoje não há explicações para o assassinato. Em agosto, a documentarista brasileira Emilia Melo foi deportada da Nicarágua quando se preparava para registrar os protestos.

Daniel Ortega é membro da Frente Sandinista de Libertação Nacional (FSLN), um partido político socialista fundado em 1961.

Fonte: Agência Brasil

Ver mais

Ricardo Roveran

Aquariano bonitão. Estudante de artes, filosofia e ciências. Jornalista, crítico de arte e escritor. Escreve por amor e nas horas vagas salva o mundo.

Artigos relacionados

Um Comentário

  1. “Frente Sandinista de Libertação Nacional (FSLN)”

    Que eu saiba os sandinistas era um grupo TERRORISTA que praticava o terror e a guerrilha.

    Quando Ortega foi eleito, APÓS os SANDINISTAS prometerem abandonar a marginalidade em troca de participação política legal.

    Ortega expropriou PARA SI e SEUS PARCEIROS as maiores MANSÕES e ainda em seu primeiro governo acumulou uma fortuna em dinheiro no valor de U$ milhões.
    Quando CHAMORRO foi eleita, derrotando os sandinistas no governo, ORTEGA esbravejou que SE CHAMORRO RETOMASSE AS PROPRIEDADES que os SANDINISTAS TOMARAM PARA SI, que eles voltariam para a guerrilha e o terror.

    Chamorro não teve coragem para retomar os bens roubados e nem mesmo para questionar a fortuna em dinheiro de Ortega.

    Seria fundamental e absolutamente necessário que se difundisse informações. A esquerda sobrevive cevada pela IGNORÂNCIA, INVEJA, COBIÇA e pelo RECALQUE ou frustração ntre o que o individuo percebe de si em relação as suas ambições de glória, fortuna e fama.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Close