fbpx

O aviso do General Heleno: “consequências imprevisíveis para a estabilidade nacional”

General Augusto Heleno
 


O General de Exército e Ministro de Estado Chefe do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República, Augusto Heleno, publicou na tarde de hoje (22/5), no perfil oficial dele no Twitter, uma nota à nação brasileira, em resposta ao pedido do ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), para apreender o celular do presidente da República, Jair Bolsonaro.

Celso de Mello, pediu à Procuradoria Geral da República (PGR) apreensão do celular do presidente Jair Bolsonaro e do vereador Carlos Bolsonaro.

Ele pede ainda a realização de oitiva do chefe do Executivo no âmbito do inquérito aberto na Corte após as declarações do ex-ministro Sergio Moro.

Confira a nota do General Heleno:

Nota à Nação Brasileira

O pedido de apreensão do celular do Presidente da República é inconcebível e, até certo ponto, inacreditável.

Caso se efetivasse, seria uma afronta à autoridade máxima do Poder Executivo e uma interferência inadmissível de outro Poder, na privacidade do Presidente da República e na segurança institucional do País.

O Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República alerta as autoridades constituídas que tal atitude é uma evidente tentativa de comprometer a harmonia entre os poderes e poderá ter consequências imprevisíveis para a estabilidade nacional.

Sobre o Colunista

Ricardo Roveran

Ricardo Roveran

Estudante de artes, filosofia e ciências. Jornalista, crítico de arte e escritor. Escrevo por amor e nas horas vagas salvo o mundo.

Twitter: @RicardoRoveran

Comente

Clique aqui para comentar

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...