fbpx

O dilema: Bolsonaro e a próxima indicação para a PGR

Adriano Machado/Reuters
 


O presidente Jair Bolsonaro disse que a indicação para o comando da Procuradoria-Geral da República (PGR) será divulgada até sexta-feira (16).

Conforme declarações dadas pelo presidente e também pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro (com quem Bolsonaro também tem se aconselhado para a indicação), cinco nomes já estariam na lista dos indicados ao cargo.

A escolha do próximo Procurador Geral da República é de extrema importância, sobretudo no que se refere às nomeações que o PGR fará em cargos estratégicos.

Dentre as atribuições do cargo, está a de indicar o Procurador Federal dos Direitos do Cidadão (PFDC), órgão incumbido da defesa dos direitos humanos e minorias.

Atualmente, a atual PFDC é Débora Duprat, nomeada pelo ex-procurador Rodrigo Janot para mandato de 2 anos, que foi reconduzido pela atual PGR, Raquel Dodge.

Para relembrar, Débora Duprat  é a procuradora que assina notas de apoio a Glenn Greenwald e contra a Lava Jato, interfere em nomeações do Governo, tais como na nomeação do Procurador Ailton Benedito para a Comissão dos Mortos e Desaparecidos. É a procuradora que disse que as crianças pertencem ao Estado e não às famílias.

Além do PFDC, o Subprocurador Geral Eleitoral também é um cargo determinante. Na gestão de Janot, o cargo era ocupado por Eugênio Aragão, petista e contra a Lava Jato, ele foi nomeado pela Presidente Dilma como Ministro da Justiça.

O vice-procurador geral da República, também é estrategicamente relevante. Atualmente, o vice é o subprocurador geral Eleitoral Luciano Maia, que demonstrou solidariedade ao ex Presidente Lula. Em evento recente no Vaticano, o número dois do Ministério Público Federal disse que a prisão do petista causa “grande dor” ao País e a eleição de Bolsonaro traz “medo de retrocesso político para regimes militares”.

O cargo de vice-procurador geral na época de Janot, era ocupado pela Procuradora Ella Wiecko, que foi flagrada em manifesto em Portugal apoiando o lema “FORA TEMER”. Uma ex-procuradora eleitoral, Sandra Cureau, posiciona-se fortemente contra o presidente Jair Bolsonaro em suas redes sociais.

O presidente Jair Bolsonaro  tem em mãos a missão de dar um bom nome à PGR, já que consequentemente, o cargo implica na decisão de nomes para os cargos estratégicos citados acima.

Sobre o Colunista

Bruna de Pieri

Bruna de Pieri

Jornalista e católica.

21 Comentários

Clique aqui para comentar

  • Presidente Bolsonaro, pelo amor de toda a nação:
    exija que o próximo PGR (Deltan D. de preferência) troque todos esses nomes citados na matéria. Não indique/nomeie uma pessoa que não vá obedecer isso, pois estamos falando do futuro do nosso país. Não aceite pessoas que irão trabalhar contra o teu governo e contra nós brasileiros de bem.
    Alguém – terça livre – mostre esse pedido ao nosso MITO por favorrrrrr rss

  • A DESCULPE DE QUE “DELTAN É DE ESQUERDA” NÃO COLA NEM COM SUPER BONDER, PORQUE TODOS SÃO! INCLUSIVE O ARAS, QUE ANDOU FREQUENTANDO SEU GABINETE. O QUE PARECE É QUE BOLSONARO QUER ALGUÉM COM QUEM POSSA “DIALOGAR”, AINDA MAIS COM O FILHO “ENROLADO”. COM TAL ATITUDE, NÃO ME PARECE SER ASSIM TÃO A FAVOR DA LAVA JATO COMO DEMONSTRAVA. ATOU AS MÃOS DE MORO, QUE DEPENDE DA PORCARIA DO CONGRESSO PARA QUASE TUDO (APESAR DE , MESMO ASSIM, ESTAR FAZENDO UM ÓTIMO TRABALHO – E TORÇO PARA QUE SEJA CANDIDATO NAS PRÓXIMAS ELEIÇÕES). E O PGR, QUE TEM O PAPEL CRUCIAL PARA COLOCAR BANDIDOS NO BANCO DOE RÉUS, BOLSONARO QUER POR LÁ OS INDICADOS PELA POLITICALHA.

  • Presidente, nomeie um conservador para PGR! Cuidado com o amigo do Gilmar (Bonat) e o Augusto Aras (é defensor da teologia da libertação). E nomeie alguém que se comprometa a retirar esta Débora Duprat e toda a sua corja das posições de chefia.

  • Parabéns Bruna!
    Matéria esclarecedora. Trabalho no MPF e tudo isso é verdade e quero acrescentar algo muito grave.
    A atual vice-presidente do Conselho Superior do MPF é a Ela Wiecko, que substituirá a Raquel enquanto o novo PGR não assumir. (sim, não é o vice-PGR que substitui, mas o vice-presidene do Conselho Superior, segundo a LC 75/93: Art. 54. § 2º O Conselho Superior elegerá o seu Vice-Presidente, que substituirá o Presidente em seus impedimentos e em caso de vacância.)
    Então, o novo PGR deve assumir no mesmo dia em que o cargo vagar, caso contrario a Ela Wieko estará com a caneta bic da PGR para fazer o bem entender.
    Foi o que ocorreu quando a Duprat substituiu, por 22 dias, um PGR que encerrou o mandato, enquanto o novo não tinha assumido.
    https://www.conjur.com.br/2009-jul-23/22-dias-duprat-colocou-pgr-favor-gays-aborto-marcha-maconha.

    Bruna, como o TL tem um transito maior com o PR, por gentileza alerte-o sobre isso.
    Grande abraço.

  • Como tem gente que se diz de direita idiota desse jeito. Contra FATOS não há ARGUMENTOS: Deltan Dallagnol é ESQUERDISTA e ponto final. Parem de brigar contra a realidade!

  • DELTAN DALLAGNOL para PGR qualquer outro nome Bolsonaro perde meu voto para 2022, votei no Bolsonaro para ele combater a corrupção não ficar brincando de soldadinho politico ideológico, pessoas que combatem a corrupção precisam ser recompensadas com os mais altos cargos da esfera publica.

  • PRESISENTE! EU ACHO QUE O DELTAN VAI REPRESENTAR MUITO BEM ESSE PAPEL!! EU ESTOU FALANDO COM O MEU CORAÇÃO!! ALÉM DE DAR CONTINUIDADE À LAVA JATO!! NÃO SEI PORQUE ESTÁ INDECISO!! A VOZ DO POVO É VOZ DE DEUS!!

  • Reportagem perfeita. Muito esclarecedora. Presidente bolsonaro, ouça a voz do povo. Faça a nomeação do Dr Deltan Dalagnol, haja vistas de que quem é contrario a lava jato é contra o Brasil do povo de bem e a favor de bandidos. Entao, nenhum nome das pessoas citadas acima se encaixa na descrição do que a PGR realmente precisa
    Força e vida longa a lava jato

  • Bolsonaro é um bom estrategista. A questão é que a gente não sabe avaliar bem as ações políticas que devem ser tomadas. Não há como da um “frente pra reta guarda”, tudo tem que ser negociado, infelizmente. Não tem como o Presidente dizer que vai colocar um PGR para atacar os corruptos, porque quase todo o congresso é corrupto. É bronca!!

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...