fbpx

O Globo mentiu, MP não apresentou denúncia contra Flávio Bolsonaro e Queiroz

Flavio Bolsonaro 2


O Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) negou que tenha apresentado denúncia, nessa segunda-feira (28/9), contra o senador Flávio Bolsonaro e o ex-assessor Fabrício Queiroz no caso das rachadinhas. 

A denúncia havia sido noticiada pelo jornal O Globo, que depois voltou atrás na informação.

Em nota, o Ministério Público fluminense diz que, até o momento, não há denúncia ajuizada contra o senador nas investigações referentes a movimentações financeiras em seu gabinete no período em que era deputado estadual.

“Em relação à matéria: ‘Ministério Público denuncia Flávio Bolsonaro e Queiroz por ‘rachadinha’ na Alerj’, publicada pelo jornal O Globo nesta segunda-feira (28/09), o MPRJ, por meio da Subprocuradoria-Geral de Justiça de Assuntos Criminais e de Direitos Humanos (SUBCRIM/MPRJ), esclarece que, até o momento, não há denúncia ajuizada contra o atual senador Flávio Bolsonaro nas investigações referentes a movimentações financeiras em seu gabinete no período em que era deputado estadual”, diz a nota. 

Ainda na nota, o Ministério Público afirma que o caso corre em sigilo e que a publicação de informações sem confirmação por parte da instituição atrapalha as investigações.

“A Instituição lamenta e repudia a divulgação de notícias relacionadas a investigações sigilosas, sem qualquer embasamento ou informação oficial por parte do MPRJ, o que causa prejuízo à tramitação do procedimento e desinformação junto ao público”, diz a nota.

“Uma denúncia do Ministério Público somente se torna denúncia quando é ajuizada e, a partir disso, a própria sociedade pode acompanhar esse caso. Veja, o povo, hoje, está falando que o Flávio Bolsonaro cometeu ‘rachadinha’ com base em uma informação sigilosa, que não se transformou em denúncia. Ora, se ela não se transformou em denúncia, é porque não tem nem sequer robusteza para se provar alguma coisa”, comentou Bruno Dornelles no Boletim da Manhã.

As agências de fact-checking, que supostamente checam fatos, nada falaram a respeito da fake news do Globo.

Lupa, Aos Fatos, Estadão Verifica, UOL Confere, dentre outras, não se manifestaram publicamente por questões óbvias.

O Globo não assumiu que foi uma “barriga” (inverso de furo, no jornalismo), muito menos que mentiu.

“A notícia não era verdadeira, mas não houve nada?”, questionou José Carlos Sepúlveda sobre o posicionamento da Globo. E continuou: “aí houve má fé, houve desinformação, houve um engano. Mas, conforme a atitude deles, parece que não houve nada.”

Com informações, Gazeta do Povo

Assista aos comentários da notícia:

Sobre o Colunista

Brehnno Galgane

Brehnno Galgane

Graduando em Filosofia pela PUC-Rio, Católico e cultivador de uma narrativa que tenha sentido segundo a forma humana.

Comente

Clique aqui para comentar

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...