Allan Dos SantosArtigosBrasil

Odebrecht envia mais de 40 e-mails para Moro como provas contra Lula

Calma, a notícia é boa, mas essa é a terceira remessa de e-mails do computador pessoal que Marcelo Odebrecht encaminha para a Justiça. Mesmo assim a situação do ex-presidente e futuro presidiário só fica mais complicada.

O empresário Marcelo Odebrecht anexou a um processo da Operação Lava Jato que tem o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva entre os réus novos e-mails com referências a valores supostamente pagos pela Odebrecht ao petista. A defesa de Marcelo alega que ele só pôde reunir o material depois que progrediu ao regime semiaberto e teve acesso a dados de seu computador pessoal. O conteúdo comprovaria o relatos do empresário em sua delação premiada.

Incluídos no processo referente ao sítio Santa Bárbara, em Atibaia (SP), os e-mails tratam de obras na propriedade rural, da compra de um prédio ao Instituto Lula, em São Paulo, que baseia outro processo da Lava Jato, além de pagamentos destinados a Lula por meio da “conta corrente de propinas” mantida entre a Odebrecht e o ex-ministro Antonio Palocci, identificado como “Italiano” nas planilhas da empreiteira.

Os e-mails foram entregues nesta quarta-feira (27), são 43 e-mails trocados entre 2008 e 2013 ao responsável pelos processos da Lava Jato na primeira instância, o juiz Sérgio Moro.

Por meio de nota, o advogado Cristiano Zanin Martins, que defende Lula, afirma que “os supostos e-mails juntados hoje pelo Marcelo Odebrecht em nada abalam o fato de que o ex-presidente jamais solicitou ou recebeu da Odebrecht ou de qualquer outra empresa algum benefício ou favorecimento. A defesa pedirá que seja analisada a autenticidade e veracidade de todo material apresentado. Os e-mails não apenas contradizem o depoimento de Marcelo Odebrecht na delação premiada bem como em seu depoimento pessoal em outra ação”.

Resumo: a defesa de Lula dá indícios de que nesta quaresma nos preparemos para acreditar em coelhinhos da Páscoa. Sem mais.

Tags
Ver mais

Allan Dos Santos

Pai, empresário, jornalista e apresentador do Boletim da Manhã no canal Terça Livre TV.

Artigos relacionados

3 Comentários

  1. Se qualquer cidadão deixar de pagar seus impostos seu nome é NEGATIVADO pois está na “Lei”.

    Se qualquer cidadão “comum” rouba então ele é preso.

    Por que a tal “lei” para ”alguns” não é exercida e sim “interpretada” de uma forma diferente ? Que país é esse ? 🙁

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Close