MundoNotícias

ONU sai em defesa de muçulmanos e condena Israel

A Assembleia Geral das Nações Unidas continua sua perseguição descarada a Israel e aprovou nesta quarta-feira (13) uma resolução que condena Israel pelo o que eles chamaram violência mortal em Gaza, e rejeitou um texto apresentado pelos Estados Unidos que responsabilizava o grupo terrorista Hamas pelos atos violentos.

Impulsionado por Argélia e Turquia, o documento foi aprovado por 120 dos 193 países da organização, com oito votos contra e 45 abstenções. Uma proposta americana de apresentar uma emenda para condenar o Hamas não conseguiu a maioria de dois terços necessária para sua aprovação.

Uma emenda apresentada pelos Estados Unidos para condenar os terroristas do Hamas por “incitar a violência” em Gaza não obteve a maioria de dois terços necessária para sua aprovação.

A resolução acusou Israel de uso “excessivo, desproporcional e indiscriminado da força” contra civis ‘palestinos’ e pediu medidas de proteção para os muçulmanos em Gaza e na Cisjordânia.

Fonte: AFP

Ver mais

Artigos relacionados

2 Comentários

  1. Sindicatos são vagabundos filhos da puta prestam serviços para corruptos e mafiosos querem que nós trabalhadores morram de trabalhar para pagar imposto sindical

  2. Realmente essa ONU, é uma vergonha!!!
    Sendo racional, fica claro ver que eles gostam mesmo é de quem extermina vidas do que as salva.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close