Operação da PF pode escancarar o aparelhamento sindical no país - Terça Livre TV
BrasilNotícias

Operação da PF pode escancarar o aparelhamento sindical no país

A ação da Polícia Federal, batizada como Operação Registro Espúrio, pode acabar escancarando o aparelhamento sindical do país. As investigações mostram um esquema para a obtenção de registro que envolve parlamentares, advogados e centrais sindicais. O Terça Livre – no dia de ontem – publicou matéria sobre o assunto ao falar do suposto envolvimento da deputada federal Cristiane Brasil (PTB).

Nesta Operação, entretanto, se observa mais uma das facetas do estamento burocrático que se apropria de tudo para seus interesses políticos, ideológicos e de manutenção de poder. Os “amigos do Rei” tudo conseguem dentro da estrutura estatal. Ao mesmo tempo, a estrutura estatal – na troca de favores – rebaixa entidades que deveriam ter interesses de classes a seus braços políticos.

O aparelhamento dos sindicatos não é novidade. Basta observar que muitos sindicatos são disputados por partidos políticos de esquerda e se tornaram uma “franja” do projeto de poder que tomou conta do país nos últimos anos. Outros são apadrinhados por políticos e/ou ainda geram seus próprios políticos.

O que é agora apontado pela Polícia Federal pode ser apenas a ponta do iceberg. É preciso ir mais fundo nas investigações.

Quando o Ministério do Trabalho anuncia medidas de suspensão de 30 dias para a liberação das cartas sindicais, com foi anunciado recentemente, pouco faz. A Polícia Federal acabou por mostrar um negócio rentável dentro da pasta que atraiu a criação de sindicatos para o universo mais sujo da politicagem. Muitas vezes, utilizam o trabalhador como “idiota útil”, “massa de manobra”, e ainda se sustentavam por meio do imposto sindical obrigatório, que caiu com a reforma trabalhista.

O retorno desse imposto, como quer discutir agora o Supremo Tribunal Federal (STF), é acabar ajudando a manutenção desse aparelhamento. A prova disso é que – sustentados por essa corrente revelada pela PF – o Brasil tem mais de 16 mil sindicatos, enquanto os EUA, por exemplo, possuem apenas 191.

Sindicatos consomem ainda verbas públicas, rateio do imposto sindical, dentre outros recursos, sem prestação de contas. Sem contar que as cartas sindicais possuem um alto custo. Se as investigações da Polícia Federal aprofundarem ainda mais encontrarão muita coisa que merece ser apurada.

Tags
Ver mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Close