Papa Francisco pede que militares brasileiros apoiem a Nação



O Papa Francisco pediu que os futuros oficiais do Navio-Escola Brasil sejam “leais servidores do país e colaboradores de Deus”. O Pontífice dirigiu uma saudação especial aos militares brasileiros que estiveram presente na Audiência Geral desta quarta-feira (28), na Praça São Pedro:

“Saúdo cordialmente os peregrinos de língua portuguesa, em especial os jovens cadetes com seus instrutores e toda a tripulação do Navio-Escola Brasil: no vigor de sua juventude, na distinção de sua presença e na esperança que brilha em seus olhos, vislumbro a promessa, confirmada por esta peregrinação de fé, de que vocês serão leais servidores do grande e querido Brasil e colaboradores de Deus na construção de um mundo mais fraterno, com base na justiça, no amor e na paz.”

Os jovens cadetes da Marinha do Brasil integram a maior turma já formada na Escola Naval, tripulantes do Navio-Escola Brasil, para uma viagem de formação profissional e cultural, que está atracado há quase uma semana no Porto de Civitavecchia, a 60 quilômetros de Roma, na Itália.

A passagem da tripulação pela Itália se encerra nesta quarta-feira mesmo e faz parte de um roteiro que começou em julho, no Rio de Janeiro, percorrendo 15 países e 18 portos ao redor do mundo. A viagem deve terminar em dezembro.  A tripulação é composta por 31 oficiais, 216 praças e 227 Guardas Marinha (GM), além de 9 integrantes de Marinhas de nações amigas.

Sobre o Colunista

Bruna de Pieri

Bruna de Pieri

"Cheguei mesmo à conclusão de que escrever é a coisa que mais desejo no mundo" (C.L.) | Jornalista, Católica, 22 anos,

14 Comentários

Clique aqui para comentar

  • Devia ter feito esse apelo aos militares Br em primeiro lugar ao invés de conclamar uma cruzada dos europeus para “salvar a Amazônia” … foi muito nítido o que ele disse ” – lideres mundiais salvem a Amazônia”. Olha lá o Pres Francês Macron já queria internacionalizar a Amazônia, … o argentino Jorge Mario Berglolio devia pensar mais no seu quintal, talvez sugerir a Grã Bretanha devolver as ilhas malvinas a Argentina. Aprenda a lição de não interferir mais na soberania de um país.

  • O mesmo que convocou o Sínodo pela Amazônia, Jesuíta como os que outrora invadiram o Sul do Brasil e foram expulsos pelos nossos bandeirantes por estar criando aqui dentro uma colônia espanhola subserviente a eles, depois saíram dizendo que ocorreu porque “lutaram contra a escravidão” ah e? Quem construiu as instalações Jesuítas no Sul do Brasil? Trabalhadores contratados? Pessoas convencidas a fazê-lo em troca de “salvação espiritual”? Ou índios escravizados pelos próprios Jesuítas? Nunca valeram nada, disseminavam boatos e plantavam situações contra as comunidades Judaicas Europeias por interesse Econômico não queriam concorrentes aos agentes econômicos de roma. Vejam o caso do “Simão de Trento” algo que o próprio Papa João Paulo 2° fez questão de pedir desculpas públicas as comunidades judaicas mundiais a esse respeito, esse foi um dos inúmeros casos de Teorias de Conspiração plantadas pelos Jesuítas em toda Europa acerca dos Judeus que se transformavam em revoltas populares de linchamentos públicos, saques, assassínios, estupros de homens, mulheres e crianças sob os auspícios de agitações populares, traduzidas posteriormente nas inquisições e mesmo seculos depois as mesmas foram munições para o Holocausto e o Anti-semitismo Mundial. Essa triste herança também se fez muito presente entre os Reformistas Protestantes. E tudo começou com qual instituição? “Companhia de Jesus” e seus Jesuítas.

  • Errata: Confundi os Jesuítas com os Franciscanos, no caso do antissemitismo disseminado na Europa por parte da Igreja Católica. No demais a observação é verdadeira, Jesuítas são perigosos, não confie neles.

  • No que dependesse de mim nenhum destes militares escaparia de um processo disciplinar. Foram visitar o homem que mais ataca o Brasil depois de Macron e, institucionalmente, da globo, é claro. Quanto custou o turismo?

  • Me parece que os mil anos (sec.V ao sec. XV) de domínio total da Igreja não foi suficiente para aprender algo sobre humanidade. Com certeza teremos na America Latina uma nova “Cisma” e um novo “Lutero” para desenvolver nosso Brasil.

  • Quanta gente cheia de opiniões aqui nos comentários, devem ter aprendido isso com a Globo e já saem falando um monte de asneira.

  • João Paulo Botelho da Silva confundiu franciscanos com dominicanos além de outras asneiras… Vc tem um ponto de vista … Ah! Quem expulsou os jesuítas não foram Bandeirantes, estes só tinham uma pátria, o acúmulo de riquesas assim como todo capitalista moderno. P. A. Não sou comunista!

  • Para o papa, apoiar a nação é apoiar a esquerda. Os militares nunca deixarão os comunistas destruirem a nação como aconteceu na Venezuela e a igreja ficou calada, inclusive o papa deu comunhão para o assassino comunista Maduro. A direita foi eleita pela MAIORIA do povo e quando a maioria escolhe a MINORIA aceita calada. Isso chama-se democracia. Preocupem-se com os problemas da igreja. Vale lembrar que as igrejas históricas do Brasil que tem seus altares cobertos de ouro foram erguidas com o suor dos escravos motivados pelo açoite do chicote. Nunca se desculparam.

  • Que os militares brasileiros nos protejam do famigerado sínodo da Amazônia, isso sim. Esse papa além de querer mudar o catolicismo, parece que tá de olho na Amazônia tb. É Judas pra todo lado, Cruz credo.

  • Interessante como a mera menção ao Santo Padre já faz os demônios se manifestarem nos comentários. Que rasgem os cus de raiva; ele é Pedro e sobre está edificada a Igreja de Cristo.

Blog Authors

Guilherme Galvão VillaniGuilherme Galvão Villani

Mariliense. Gosto pela Administração, Contabilidade e Finanças. Atu...

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...