Para aumentar empregos, ministério da Economia estuda reduzir impostos, afirma Bolsonaro

Bolsonaro 5


O presidente da República, Jair Bolsonaro, informou através da conta dele no Twitter neste sábado (30/3), que o ministério da Economia estuda reduzir impostos de empresas para aumentar a atividade empresarial e consequentemente o emprego no país.

Ministério da Economia estuda reduzir impostos de empresas, gerando competitividade interna, empregos, barateamento do produto e competitividade também no exterior, a exemplo de , nos EUA.

A ideia seria a troca da cobrança de Imposto de Renda sobre os dividendos. Atualmente, as empresas do Brasil que lucram mais de R$ 20 mil por mês pagam 25% de Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ) e 9% Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL), totalizando 34%.

Em compensação, desde 1995, o Brasil não cobra Imposto de Renda sobre dividendos (parcela do lucro distribuída aos acionistas de uma empresa), na contramão da prática internacional.“, twittou o presidente.

Sobre o Colunista

Ricardo Roveran

Ricardo Roveran

Estudante de artes, filosofia e ciências. Jornalista, crítico de arte e escritor. Escrevo por amor e nas horas vagas salvo o mundo.

Twitter: @RicardoRoveran

5 Comentários

Clique aqui para comentar

  • Tudo está acontecendo de uma maneira bem característica, diversa do que propõe a esquerda aloprada, Isso choca. a mente deles, provocando a retórica de que vai atingir o “pobre”, não vai. Mas também não vai inserir os desempregados (13,5 milhões) pois estes são inabilitados para as vagas oferecidas e são poucas, mas requerem habilidades,conhecimentos e produtividade, o que elimina até os graduados, que não tem experiência de trabalho, só conhecimentos. A atualidade de serviços,está longe do conhecimento gradual, por que ela alia o conhecimento com produção de alto nível, e eles estão fora disso. Agora imagine os trabalhadores menso intelectualizados. São 3 gerações perdidas, que a recuperação delas vai levar pelo menos 5 anos. Em 5 anos tudo muita coisa muda na dinâmica industrial e comercial. E tem a nova geração que está no mesmo caminho das anteriores, mas podem ser alcançadas pela modernidade.

  • Espero que esse estudo vire logo realidade. Infelizmente, o Governo está estudando algo que já deveria ter sido projetado e finalizado antes de assumir o Governo. Ou seja, não há nada de concreto em relação à redução de impostos.
    Espero que o Bolsonaro deixe de lado questões conflituosas como a Golpe/Ditadura/Regime Militar (chamem como quiser) e foque em pelo menos em algo que freie essa onda negativa de desemprego que apenas cresce. Não se pode esperar apenas a reforma da previdência (que espero que não passe como está pois mantém ainda alguns privilégios) para gerar mais empregos.

  • É uma mudança importante, mas os resultados virão mais a longo prazo.
    O governo terá que fazer outras mudanças em paralelo.

Blog Authors

Guilherme Galvão VillaniGuilherme Galvão Villani

Mariliense. Gosto pela Administração, Contabilidade e Finanças. Atu...

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...