fbpx

Para Maia, reforma da previdência será votada em fevereiro com ou sem acordo

 


As coisas não estão boas para o presidente Michel Temer (PMDB) no Congresso Nacional. São grandes as chances da Reforma da Previdência ser derrubada, ainda mais em ano eleitoral.

O recado já foi dado pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (Democratas). Ou o governo consegue cerca de 300 votos essa semana, ou a vai perder no dia 20 de fevereiro, data marcada para a votação.

Maia – entretanto – falou que é importante aprovar a Reforma. “Mas não dá pra esperar passar muito tempo, pois podemos ficar parado com esta agenda”. Segundo o presidente da Câmara, há outras pautas importantes para o ajuste fiscal.

Em ano eleitoral, e com os deputados federais mais preocupados em se reeleger do que com a profundidade do tema, o jogo do “toma lá, dá cá” pode não ser o suficiente para o presidente Temer.

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...