MundoNotícias

Para primeira-ministra britânica, Rússia pode estar por trás de ataque a ex-espião

De acordo com a primeira-ministra britânica, Theresa May, é “altamente provável” que a Rússia de Putin esteja por trás do ataque ao ex-espião russo, ocorrido o dia 4 de março, na Inglaterra.

May quer que o governo russo esclareça o caso em um dia. Para o chanceler da Rússia, Sergei Lavrov, a inglesa promove um “show de circo”.

O fato é que o ex-coronel Sergei Skripal, que integra o serviço de inteligência da Rússia, e sua filha foram envenenados na cidade de Salisbury. Eles foram encontrados inconscientes em um banco da catedral da cidade e levados ao hospital. Ambos estão internados em estado grave.

O caso está sendo considerado uma tentativa de homicídios. Para a primeira-ministra, ou o governo da Rússia foi diretamente responsável ou ajudou na ação.

A desconfiança se dá porque Skripal entregou dezenas de agentes russos à inteligência britânica antes de ser preso, em 2004. Ele foi condenado a 13 anos de prisão, em 2006, mas recebeu refúgio do Reino Unido.

O governo russo nega envolvimento.  Skripal, durante quase 10 anos, transmitiu informações do Exército russo ao governo britânico. Foi descoberto e condenado, mas depois recebeu refugio ao ser trocado por espiões russos.

Tags
Ver mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close