BrasilNotícias

PF: R$ 82 milhões de propina para o homem “plano B” do PT…

O nome do ex-governador da Bahia, Jaques Wagner – sujeito de confiança da cúpula petista – era cogitado como um “plano B” diante da imensa possibilidade do condenado e ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o Lula (PT), ser preso.

Porém, a mais recente operação da Polícia Federal praticamente sepulta o plano petista. Jaques Wagner é acusado de ter recebido R$ 82 milhões em propina do consórcio responsável pela construção da Arena Fonte Nova em Salvador (BA). É o que apurou a Operação Cartão Vermelho.

Mais uma obra superfaturada na Copa do Mundo. Em valores corrigidos, a superfatura chega a R$ 450 milhões. Claro que para o PT – como dito em nota do partido – isso tudo é “perseguição”. É impressionante com os membros do partido andam de mãos dadas com o crime.

Na manhã de hoje, foram cumpridos mandados de busca nas casas e escritórios de pessoas ligadas a Jaques Wagner.

Outro ponto: o consórcio é formado pelas mesmas Odebrecht e OAS. Aquelas das reformas dos bens de Lula, que segundo o petista não pertencem a ele. A Odebrecht pediu desculpas! Dentro do PT, Jaques Wagner, obviamente, é mais um dos “guerreiros brasileiros”.

Tags
Ver mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close