PM de São Paulo confirma fuga de 13 detentos de centro provisório



A Polícia Militar de São Paulo confirmou, hoje (6), que 13 presos do Centro de Detenção Provisória Belém fugiram da unidade, a cerca de sete quilômetros do centro da capital paulista, no final da tarde de ontem (5).

Segundo a assessoria de imprensa da corporação, um agente acionou o Centro de Operações da PM (Copom) por volta das 18h, após detectar a movimentação do grupo, que escapou durante o horário de visitas, pelo alambrado que cerca o local. Os registros indicam que ninguém ficou ferido.

Segundo a Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) o CDP Belém apresenta, atualmente, superpopulação carcerária. De acordo com números da pasta, atualizados há três dias, a unidade soma 2.746 detentos.

A capacidade dos dois pavilhões, porém, é de 1.697 detentos. O número de presos abrigados no local extrapola em 1,6 vezes o total de vagas disponíveis.

A unidade dispõe de duas alas destinadas a detentos em progressão de pena, que totalizam 220 vagas. Nessas áreas, a população prisional é três vezes maior do que o espaço comporta.

Em nota, a SAP afirmou que pretende aumentar o número de funcionários que fazem o policiamento da área e também vai elevar a altura da grade. O órgão disse que, quando recapturados, os presos evadidos regredirão para o regime fechado. Nehum detento foi capturado até o momento.

Procurada, a Secretaria da Segurança Pública ainda não deu retorno.

Com informações, Agência Brasil

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...