fbpx

Polícia do Pará identifica suspeitos de provocar queimadas na Amazônia

 


Agência Brasil

A Polícia Civil do Pará identificou três suspeitos de provocar queimadas em área de floresta nativa no sudeste do estado. Nesta quinta-feira (29/8), policiais cumpriram mandados de busca e apreensão na casa dos suspeitos. Dois são irmãos e proprietários da fazenda Ouro Verde, em São Félix do Xingu, e o terceiro é gerente da propriedade. A fazenda fica localizada dentro da Área de Proteção Ambiental Triunfo do Xingu.

Segundo a polícia, foi encontrado no local um grupo de trabalhadores em condições análogas à escravidão. A operação está ainda em andamento.

Durante a operação, um dos suspeitos foi preso em flagrante com um revólver calibre 38, sem porte legal, durante cumprimento de busca e apreensão, na sede da fazenda em São Félix do Xingu. Os três vão responder por danos em área de proteção ambiental, poluição, queimadas e associação criminosa. De acordo com a Polícia, equipes fazem buscas na fazenda e em outras propriedades dos investigados, localizadas no estado de Goiás.

Segundo o diretor de Polícia do Interior da Polícia Civil do Pará, delegado José Humberto Melo, as investigações mostram que o grupo já derrubou e tocou fogo em mais de 5 mil quilômetros de mata. As investigações indicam que um dos suspeitos pode ter contratado mais de 50 homens para derrubar 20 mil hectares na fazenda Ouro Verde, que dica em área de proteção ambiental.

Sobre o Colunista

Ricardo Roveran

Ricardo Roveran

Estudante de artes, filosofia e ciências. Jornalista, crítico de arte e escritor. Escrevo por amor e nas horas vagas salvo o mundo.

Twitter: @RicardoRoveran

19 Comentários

Clique aqui para comentar

  • Perto de onde moro na região de Barcarena, são os canhotinhos, funcionários da prefeitura, grileiros, pseudo quilombolas que botam fogo na floresta.

  • Sempre tivemos queimada aqui no Pará e olha que esse ano foi a menor queimada que tivemos, agora estão dando importância só porque tem politica envolvida, senão estaríamos esquecidos, como sempre foi.

  • Com a proibição de queimadas por 60 dias, vai facilitar identificar os incendiários. Os focos devem cair bastante. Pau no ku do Macron !

  • Douglas Charles Cunha, Letícia Esperanto, não não sejam levianos. Esse foi um só caso solucionado. Os outros casos podem ser de esquerdistas e ONGs.

  • Kleba, as ONGs servem para defender os interesses dos países deles. Pode ter ONGs honestas, mas temos que desconfiar das internacionais.

  • As ONGs são como COACHING! eles dizem o que fazer para ficar rico, mais quem fica rico são eles! A verdade é que o sonho da esquerda é manipular tudo, destruindo a integridade do ser Humano.

  • Douglas Charles Cunha: você nasceu burro assim ou se esforçou bastante pra chegar nesse nível de ignorância?
    Desde o começo do mandato o Bolsonaro incentivava a destruição da floresta amazônica.

  • Nada vai mudar se não colocarem esses marginais na cadeia e esquecer eles lá, todos nós sabemos quem está colocando fogo na mata, em 2006 houve uma queimada dessa, é só olhar a história do passado, mas ninguém acusou o Lula ou fizeram alguma coisa, agora que entrou uma pessoa querendo melhorar o país e acabar com a roubalheira da esquerda fazem isso, pessoas manipuladas e sem qqr tipo de inteligência, e ainda falam que o governo do PT tinha educação, agora nós sabemos qual é essa educação, faça me um favor, bando de hipócritas.

  • Tomara que esses criminosos passem um bom tempo na cadeia! Aliás, esse tipo de conduta foi incentivado pela política anti ambientalista do atual governo, que não respeita as leis ambientais, não supre devidamente as necessidades dos órgãos ambientais, e pune quem cumpre o dever de fiscalizar e multar quem comete crimes ambientais.

  • Bom, se isso for verdade, então fica claro que, neste caso, NÃO FORAM AS ONGs, conforme Bolsonaro e apoiadores suspeitavam. 😉 KKKKKKKKKKKKKKK! 😀

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...