“Polônia deve resistir ao ‘teatro viajante’ das marchas do orgulho gay”, diz partido governista do país

Jaroslaw Kaczynski
 


A Polônia deve resistir ao “teatro viajante” das marchas do orgulho gay, disse neste domingo (18) o líder do partido conservador no governo do país, Jaroslaw Kaczynski.

O país se prepara para a eleição parlamentar que ocorre em 13 de outubro e o partido Law and Justice (PiS), atualmente no poder, descreve os movimentos LGBT como uma perigosa ideia ocidental, que ameaça os valores católicos tradicionais.

“A ofensiva dura, este teatro viajante que está aparecendo em diferentes cidades para provocar e depois chorar… nós somos os prejudicados. Por isso, deve ser desmascarado e descartado”, disse Kaczynski em uma campanha do partido, um piquenique na cidade de Stalowa Wola.

Kaczynski também agradeceu um arcebispo polonês que disse, ainda neste mês, que a Polônia estava cercada pela “praga do arco-íris” de ativistas LGBT, que ele comparou aos antigos governantes comunistas da Polônia. “Apenas o PiS pode defender a Igreja Católica e evitar ameaças à família tradicional vindas do Ocidente”, disse ele.

“(Nós devemos) viver em liberdade e não estarmos sujeitos a tudo o que está acontecendo a oeste de nossas fronteiras, onde a liberdade está sendo eliminada”, acrescentou Kaczynski.

Para os “analistas” políticos, a crítica do PiS aos movimentos LGBT pode ser uma “estratégia” para mobilizar uma base conservadora para a próxima eleição. Vale ressaltar que o partido é líder em pesquisas de opinião e deve ganhar um novo mandato de quatro anos.

Com informações: Reuters

 

Sobre o Colunista

Bruna de Pieri

Bruna de Pieri

Jornalista e católica.

6 Comentários

Clique aqui para comentar

  • Aprendeu aí, PSL? O PiS sim é um partido de direita de verdade, não esse saco de oportunistas que se elegeram às custas de nosso Presidente Jair Bolsonaro e estão o apunhalando pelas costas, como aquele ator pornô fracassado que foi pro PSDB e hoje terá 1h30min de propaganda gratuita na TV estatal controlada pelo “Bolsodória” só para criticar quem o elegeu. Estamos de olho nesse partideco de aluguel. Diálogo zero com traidores.

  • Parabéns! Esse é um governo sério e que defende os direitos dos cidadãos. Os movimentos LGBTS não lutam por respeito e aceitação (até porque são os primeiros a desrespeitarem e atacarem ferozmente quem pensa diferente deles) eles querem é obrigar o mundo a aplaudir e se curvar a suas práticas!

  • Será que a viadagem foi inventada ontem ? Será que o feminismo , que agrega as mal amadas foi inventado na ultima 2a. feira ?
    Porque de repente pululam diversos protestos em diferentes lugares ?
    Isto é um caso pensado.
    Neguinho vendo todas estas manifestações , sente medo . E então aquele partideco diz que é a solução para tudo.
    Os pretos , os viados , as mulheres-machos, tudo isto sempre existiu e o mundo sempre continuou a girar. A única novidade mesmo , e que apareceram um espertos , com o livro de Marx debaixo do braço , para explorar politicamente isto . Quem é esperto , saca logo a jogada , mas quem é burro , acredita neles e vota maciçamente . E a grande maioria do povo brasileiro faz parte da manada de muares.

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...