PPS: mais um “mais do mesmo” que deve mudar de nome



Há uma movimentação para que o PPS, partido presente no Foro de São Paulo, mude de nome e passe a se chamar Movimento.

É a febre da política brasileira diante do desgaste e da crise de representatividade: mudar a fachada, mas manter intacto o interior da casa. Assim atrair políticos novos e se lançar como alternativa.

O problema é que são siglas que sempre fizeram parte do estamento burocrático e possuem uma história umbilicalmente ligada às esquerdas revolucionárias. É o caso do PPS. Um dos novos políticos do partido é o deputado federal Daniel Coelho, até então no PSDB.

Coelho – em declaração ao O Antagonista – fala em renovar ideias e práticas. Renovação? Eis a pergunta que sempre deve ser feita…

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...