fbpx

Prefeitura do Rio decide manter seu cronograma de reabertura

Marcelo Crivella
 


Após uma reunião de seu comitê científico realizada na manhã de ontem (7/6), a Prefeitura do Rio de Janeiro decidiu manter seu cronograma de reabertura econômica e não seguir as recomendações decretadas pelo governo do estado na última sexta-feira (5/6). O plano elaborado pelo governo do Rio prevê uma abertura mais ampla de estabelecimentos, como shoppings, pontos turísticos e restaurantes, que só serão autorizados a abrir as portas pela prefeitura em etapas posteriores de sua retomada.

O governo do estado explicou ontem que seu plano é uma recomendação a ser avaliada localmente pelos municípios, e não uma imposição. Com a decisão da prefeitura, os estabelecimentos na cidade do Rio de Janeiro devem continuar a observar o cronograma municipal. A cidade iniciou na semana passada a primeira das seis fases da retomada econômica após o isolamento social. Cada etapa tem duração prevista de 15 dias, mas o avanço no cronograma dependerá da avaliação de critérios como número de mortes, taxa de transmissão e ocupação de leitos de unidade de terapia intensiva (UTI).

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, concedeu uma entrevista coletiva ao lado de secretários na tarde de ontem (7/6). O subsecretário de saúde e integrante do comitê científico da prefeitura, Jorge Darze, disse que o decreto estadual surpreendeu as autoridades municipais.

“A decisão do governador nos surpreendeu, porque não havia nenhum estudo anterior à assinatura desse decreto que pudesse dar sustentabilidade para que esse decreto pudesse ser apresentado. Daí a nossa manifestação no sentido de continuar no projeto da prefeitura”, disse Darze.

“As recomendações que o governo do estado nos fez serão atendidas dentro da ordem cronológica e dos parâmetros que foram estabelecidos antes”, disse Crivella, que afirmou ter uma preocupação grande com a piora dos números, que levaria a retroceder o desconfinamento. “Uma abertura ampla, geral e irrestrita poderá nos levar a uma situação que não queremos ter de novo, que é aquela situação de maio, com 4,7 mil óbitos a mais”.

Além da decisão de manter seu cronograma, a prefeitura anunciou ontem que receberá hoje (8/6) um carregamento com 162 respiradores que chegarão em um voo da Latam, que pousará nesta madrugada no Aeroporto Internacional Antonio Carlos Jobim. O voo também trará monitores e equipamentos de proteção individual. Parte dos novos respiradores permitirá que a prefeitura ceda equipamentos a outros municípios fluminenses, segundo a Secretaria Municipal de Saúde.

Informações: Agência Brasil

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...