fbpx

Presidente posta vídeo de mulher morta por muçulmanos e questiona feministas

 


O presidente Jair Bolsonaro levantou um assunto polêmico na madrugada deste domingo (6) ao postar um vídeo em suas redes sociais que mostra uma mulher sendo apedrejada até a morte por muçulmanos.

Presidente questiona silêncio das feministas diante da Sharia.

Sharia é um conjunto de leis islâmicas que são baseadas no Alcorão, e responsáveis por ditar as regras de comportamento dos muçulmanos.

Em árabe, sharia pode ser traduzida literalmente como “caminho para a fonte”, e atualmente é adotada em diversos países com predominância da cultura islâmica, seja de modo integral ou parcial.

Há diferentes categorias de ofensas na sharia. Aquelas que têm punição prescrita no Alcorão, chamadas de ‘hadd’, são: sexo fora do casamento e adultério, falsas acusações de ato sexual infiel, consumo de vinho (que pode se estender a todo tipo de bebida alcoólica), roubo e assalto em estradas. As penas para essas ações incluem chicotadas, apedrejamento, amputação, exílio ou execução.

O questionamento de Bolsonaro se deve ao silêncio das feministas diante das agressões cometidas por muçulmanos contra as mulheres.

No vídeo abaixo, uma repórter é agredida ao confrontar feministas em uma marcha esquerdista.

Sobre o Colunista

Fernanda Salles

Fernanda Salles

Jornalista/Repórter

15 Comentários

Clique aqui para comentar

  • Está cheio de doutores, mestres, profesdores, especialistas etc, espalhados na Net, agora, zombando da fé Cristã.

    Prova que diploma, o papel, não garante a educação comportamental condigna (para os distraídos), já que nunca garantiu.

    É fácil observar a mesma conduta da comunidade feminista, pois são valentões e valentonas contra a Fé Cristã e convenientemente omissos quanto ao Islã.

    Agora, a moda é chamar a Bíblia (por exemplo) de “gibíblia” com o zombeteiro ar de quem não tem a mesma coragem e coerência de escarnecer o Alcorão.

    Uma coisa é dar coices em “evangegues”, pois esse tipo existe mesmo, assim como existem católicos tanto quanto insuportáveis.

    Já outra coisa, no entanto, bem diferente é zombar da Fé dos demais crentes (católicos ou evangélicos) que se comportam condignamente em sociedade.

  • Na ceifa o joio será separado do trigo. Na academia o trigo vem sendo cada vez mais sofrendo acintes da “Elite da sociedade” em um País de maioria supostamente dita cristã.

  • Pena de morte e outros tipos de punição severas há para ambos os sexos por lá. Por que falar somente sobre quando é uma mulher a ser punida? Seria então para mostrar às feministas o quão loucas estão ao apoiarem a cultura deles? Sinto dizer que não vai adiantar nada, não para as feministas, porque elas não vão apoiar quem não apoia a agenda feminista/ esquerdista delas. Porém, pode ser bom a outras pessoas que ainda não foram tão imbecilizadas pelo feminismo.

  • Isso é “apenas”, cultura islâmica. Assim justificaria alguém, que “não sei como”, frequenta/frequentou a câmara dos deputados.

  • Um grande problema da religião da “paz” é que eles não querem invadir o ocidente, pois isso eles já estão fazendo há anos…
    E não é só a esquerda feminista que fica calada, e sim a esquerda toda.

    Moro na Suécia e é triste ver que a realidade é mesmo aquele absurdo todo que vemos por vídeos, o qual chega a nos fazer duvidar da veracidade ou pensar que são apenas casos isolados.

    É tanta coisa ridícula que os suecos pensam que até desanima falar… Incrível como não aceitam que continuar assim os destruirá.
    (até suspeito que alguns acreditam que este seja o destino deles, de tanta “white guilty” que possuem)

    E lembrando a diferença entre muçulmano radical e moderado:
    O radical diz: “Cuidado, eu posso te matar”.
    O moderado diz: “Cuidado, ele pode te matar”.

  • Sabe a razão disso?

    VAIDADE!

    Sim, todos esses movimentos são irracionais e não lidam com argumentos, mas com AFIRMAÇÕES de SUPERIORIDADE MORAL.

    São os SUPREMACISTAS pós modernos. Se querem ostentar os “HERÓICOS SALVADORES” dos “coitadinhos. Sejam as “oprimidas mulheres” ou os “oprimidos islâmicos”, ou ainda os “discriminados negros coitadinhos” ou até mesmo os “excluidos pobres” e ainda os “vitimados pelo preconceito gays”.

    Enfim, essas pessoas atormentadas pela frustração com aquilo que são ante aquilo que ambicionam ser, se fazem ESQUIZOFRÊNICAS e passam a viver num mundo de fantasia. Mundo onde eles são os “heróicos guerreiros” que lutam para proteger e salvar os “fracos e oprimidos”.

    Vou chamar isso de “O COMPLEXO de SUPER HERÓI”.

    Eles não aceitam os fatos, não se importam com a lógica ou realidade. Apoiam-se mutuamente como se o apoio comunitário de seus pares pudesse construir uma realidade paralela onde são aquilo que ambicionam ser.

    É de fato uma ESQUIZOFRENIA AUTO-IMPOSTA.

    O apelo à violẽncia, em franca contradição com suas pregações de santo pacifismo, é o resultado do ódio que sentem daqueles que apresentando-lhes a verdade, atrapalham seu mundo fantasioso: lembra-los e mostrar-lhes a realidade é como ofende-los e causar-lhes o dano de perderem suas fantasias.

    QQ um que mostre a incontestável verdade dos fatos, a lógica dos argumentos, é tratado como um inimigo que os esta ferindo e tenrtando destrui-los ao desmontar, no seu grupo, o seu MUNDO CONSENSUAL onde podem obter algum orgulho para si. Ninguém se suporta sem orgulho e é daí que nascem os VALORES MERAMENTE CONSENSUAIS, sem qualquer influência da realidade sobre seu valor ou utilidade social. Com isso unem-se maníacos, ou não, para exaltar o VICIO como se tal fosse VIRTUDE.

    Só assim conseguem se suportar e odeiam todos que lhes confrontam com um “espelho”, impedindo que se mirem em “fotografias” forjadas.

  • Só em as feministas aceitarem Pablo Vitar, concorrendo como mulher mais sexy do ano e melhor cantora, não preciso dizer mais nada. vai faltar capim para essa quantidade imensa de mulheres Burras.
    Quero direitos iguais para as mulheres, fim da delegacia para mulher, mesmo dinheiro gasto com os homens na prevenção da do câncer de próstata e claro, que todos se aposentem com a mesma idade, Homens e mulheres.

  • Esse vídeo é apenas mais uma amostra da fragilidade de argumentos das feministas, na verdade a completa falta de coerência desse e de tantos outros movimentos da esquerda só demonstram a falência de nosso sistema educacional, pois somente a imbecilização das massas garante a sobrevivência desses movimentos esdrúxulos.

  • Países árabes e a esquerda se revoltam à qualquer menção na mudança de embaixadas para Jerusalém (algo que discordo), ameaçando inclusive afetar as relações comerciais com o Brasil.
    Mas o Brasil e o Ocidente não podem se manifestar contra essas barbáries? Onde estão as nações desenvolvidas com capacidade de pressionar política e comercialmente os governos que permitem esta matança?
    É claro, ao deixar de ser cristão o Ocidente foi emasculado por ideologias que permitem o “respeito” a esse tipo de atrocidade.

  • Infelizmente percebemos que a muito tempo éramos manipulados pela mídia, e por grupos de esquerda e ideologias falsas e hipócritas, que defedem os seus próprios interesses, e não querem saber da verdade, interesses perversos e inimigos da verdade!
    Com intenção de destruir as famílias, a verdade, a honra e o amor ao próximo e entre os povos
    Com isso colocar em cheque a civilização humana, a sujeitando a um caos ideológico sem direção, que o final seria uma trajetória profano é reprovável a vontade de Deus!

  • Odeio realmente o Islã e odeio ainda mais o ateísmo militante que enfraquecendo as crenças e valores do Ocidente abriu caminho para o Islã.

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...