fbpx

Prestigiado por Ciro Gomes, médico que deve operar Bolsonaro já disse que o presidente é uma pessoa perigosa para a nação



O presidente da República, Jair Bolsonaro, deve passar por cirurgia nesta sexta-feira (25) para retirar um cálculo na bexiga.

Na semana passada, o presidente já havia feito alguns exames no próprio serviço médico do Planalto.

Apesar de ainda não haver informações oficiais sobre onde será a cirurgia, é ventilado que procedimento será realizado pelo urologista Miguel Srougi no Hospital Vila Nova Star, da Rede DOr São Luiz, em São Paulo.

O mesmo médico atacou publicamente o presidente à época da demissão de Nelson Teich. Para Miguel Srougi, Bolsonaro representaria “uma ameaça para a saúde brasileira”.

A declaração foi dada ao UOL pelo urologista que também é professor titular na Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP) e tido como um dos principais médicos do Brasil.

Para Srougi, Bolsonaro quer “destroçar” a democracia. “…Autocrata, que está querendo destroçar a democracia. É autoritário, truculento, inapto, inculto. Está ficando muito claro que essa pessoa é perigosa para a nação”, afirmou ao ser questionado sobre a saída de Nelson Teich do Ministério da Saúde em maio deste ano.

Srougi é reconhecido por ter tratado políticos como o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e a ex-primeira dama, Marisa Leticia. Também atendeu Michel Temer (MDB), e Ciro Gomes, com quem teria uma relação de amizade.

A Secretaria Especial de Comunicação informou que detalhes sobre o procedimento pelo qual Bolsonaro irá passar serão divulgados quando for oportuno.

O assunto é tema do Boletim da Manhã desta quarta-feira (25):

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...