MundoNotícias

Professor por 17 anos, sem saber ler

O americano John Corcoran relata, em matéria da BBC, que frequentou a escola e a universidade, tornando-se inclusive professor após se formar, sem saber ler. Na matéria, ele relata as estratégias, algumas até mesmo criminosas, que adotou para esconder seu segredo, até que decidiu revelar ao mundo a verdade, quando tinha 48 anos.

Segundo Corcoran, “demorei a aprender a falar, mas frequentava a escola cheio de expectativas de aprender a ler como minhas irmãs – e tudo correu bem nos primeiros anos, porque o que mais se exigia das crianças era fazer fila, sentar, ficar caladas e ir ao banheiro no horário determinado”.

Ele continua: “até que, na segunda série, a gente precisava aprende a ler. Mas para mim (o livro didático) era como um jornal em mandarim – não entendia o que estava naquelas linhas. E, aos seis, sete e oito anos de idade, eu não sabia como explicar esse problema”.

Corcoran relata que na quinta série, odiava a escola e já havia desistido de aprender a ler. Ele ainda conta que chegou à universidade graças a uma bolsa de atleta (algo comum nos Estados Unidos), e que a motivação para seguir na universidade vinha do fato de que seus pais diziam que “pessoas com diploma universitário conseguem empregos melhores e vidas melhores”. Ele decidiu aprender a ler aos 48 anos, após ver a ex-primeira dama dos EUA, Barbara Bush, falando na TV sobre analfabetismo adulto.

A entrevista à BBC é finalizada por uma frase que descreve bem o sistema educacional brasileiro atual: “Infelizmente, continuamos a empurrar crianças e adolescentes pelo sistema escolar sem ensiná-las habilidades básicas de leitura e escrita”.

Tags
Ver mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close