BrasilNotícias

PT e PCdoB pressionam Fachin para evitar prisão de Lula

A presidente do Supremo Tribunal Federal, Carmen Lúcia, julgará o pedido de habeas corpus do ex-presidente condenado Luiz Inácio Lula da Silva, o Lula (PT), amanhã. Como há previsão para o julgamento do recurso de Lula no Tribunal Regional Federal da 4ª Região na segunda-feira, dia 26, todos os olhos estão voltados ao STF.

PT e PCdoB já se reuniram com o ministro do STF, Luiz Edson Fachin, para pressionar e pedir apoio nas ações que podem reverter a prisão após a condenação em segunda instância.

Em 2016, em um primeiro julgamento estas ações, o STF decidiu pela execução provisória da pena. Carmen Lúcia já disse que o STF não vai se apequenar fazendo jurisprudência de encomenda por conta do réu “famoso”.

Carmen Lúcia vem sofrendo pressão para pautar o tema.

Porém, tem dito em entrevista que não há motivos para rediscutir a questão nesse momento. Se o STF aceita isso, faz para proteger Lula e rebaixa a maior Corte de Justiça do país.

Fachin já disse que não há razão para a Corte mudar o entendimento sobre a prisão em segunda instância. Resta ao PT e aos partidos aliados fazerem pressão para livrar Lula da cadeia.

Tags
Ver mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close