Putin prossegue enfrentando um crescente descontentamento na Russia



Por: Luis Dufaur – Flagelo Russo

Putin prossegue enfrentando um crescente descontentamento e teve que reconhecer que o nível de vida dos russos se degradou nos últimos anos.

E se obrigou a remediar a situação. Mas poucos acreditam na gasta promessa. Ordenados baixos demais, aumento nos preços ao consumidor e nos serviços públicos: as queixas não acabam.

Putin confessou que a vida estava mais dura, mas pôs a culpa no Ocidente e na queda da cotação internacional do petróleo, noticiou a agência France Press. 

Também defendeu medidas impopulares como a elevação da idade para a aposentadoria, aumento do ICMS, etc., mas insistiu que aumentaria o nível de vida da população que só faz baixar há anos, consertar o calamitoso sistema de saúde e a deficiente coleta do lixo.

O regime criou o programa “Linha direta” em que cada russo pode enviar sua queixa ao presidente. As questões mais repetidas num total de 1,8 milhões foram: “uma só pergunta: quando o Sr. vai embora?”, “o que faremos quando acabe o petróleo e o gás?”, e “por favor, salve a Rússia”.

Segundo o instituo independente Levada, a aprovação dos russos a seu presidente continua em franco retrocesso após ter atingido níveis nos patamares de 80% e 90% após a anexação da Crimeia há cinco anos.

“A pobreza é uma vergonha para a Rússia”, declarou o chefe do Tribunal de Contas da Rússia, Alexeï Kudrin, que não excluiu o risco de uma explosão social.

O descontentamento está redundando numa série de manifestações locais sobre problemas concretos e mais recentemente pela falta de liberdade política nas eleições. Os russos também estão preocupados pela degradação da política externa num momento em que as relações com os ocidentais atingiram o ponto mais baixo desde o fim da Guerra Fria.

Ivan Golunov foi vítima de uma armação ao denunciar a máfia do FSB (antiga KGB). Sem provas, Putin teve que libertá-lo para acalmar os protestos.

A repressão dos dissidentes serve de termômetro do mal-estar. O jornalista investigativo Ivan Golunov foi preso com a falsa acusação de manter em seu apartamento um laboratório para refino de drogas.

É claro que foi uma armação”, disse a jornalista russa Nastia Dagaeva, da revista Forbes citada pela “Folha de S.Paulo”. 

O real motivo foi que Golunov denunciou uma máfia que controla o serviço funerário de Moscou. Nela estão envolvidos membros do poderoso FSB, a principal agência repressiva herdeira da antiga KGB soviética. A represália oficial é comum na Rússia. Mas, desta vez mexeu com os brios de uma elite usualmente favorável ao Kremlin. Esse revidou mostrando fotos do laboratório de drogas, que depois se verificaram falsificadas. Putin procurou colher benefícios com uma rápida e inaudita libertação.

O ministro do Interior, Vladimir Kolokostsev reconheceu que houve “erros”, encerrou o processo e libertou o jornalista. Dois policiais que armaram o flagrante contra Golunov, foram suspensos. Na saída da delegacia Golunov foi aplaudido pelos jornalistas.

Isso nunca aconteceu na história russa recente. Putin foi obrigado a mudar de tática”, disse por e-mail o jornalista Nikolai Sokolov.

Até a rede de TV Russia Today – RT, usual canal de propaganda putinista, questionou a prisão do jornalista. Os três principais diários russos, KommersantVedomosti e RBK, publicaram primeiras páginas idênticas com a frase “Eu sou/Nós somos Ivan Golunov”.

Os assassinatos de repórteres que incomodam estruturas de poder são notórios no país, como o caso de Anna Politkovskaiaque investigava a corrupção em 2006. Segundo o Comitê para Proteção de Jornalistas, 28 profissionais foram assassinados na Rússia desde 2000 — em comparação, foram 34 no Brasil.

Porém, o colunista Leonid Berchidski do jornal online The Moscow Times não se fez ilusões com a libertação de Golunov: “não vamos nos mover nem um pouco rumo à normalidade”, disse o jornalista.

Em Moscou, centenas de manifestantes são presos exigindo “eleições livres”.

Link original na matéria

Sobre o Colunista

Redação TL

Redação TL

10 Comentários

Clique aqui para comentar

  • Putin é um ditador, bandido, comunista… assim queria LULA LADRÃO fazer o mesmo com o Brasil e toda América Latina… MALDITOS SOCIALISTAS COMUNISTAS.

  • Em qualquer lugar do mundo, onde se passa de dois mandatos consecutivos é coisa que não presta.

    E quem já teve dois mandatos e quer mais, é um verdadeiro DITADOR.

  • China, Rússia, Coréia do norte e outros regimes ditatoriais já instalados são difíceis de serem derrubados, Venezuela aínda dá tempo ,Brasil estava caminhando com o foro de São Paulo, por enquanto estamos livres!

  • Viva Putin o maior estadista! Descontentamento sempre haverá, o povo gosta da liberdade de expressão, mas isso nem sempre os torna felizes. A liberdade é muito boa, mas pra aqueles que sabem usá-la.

  • Esse cara , o Putin já era , um sujeito totalitário, antidemocrático e o Povo Russo já percebeu que ele só quer dominar e levar o País caminho da guerra o invés da paz e do desenvolvimento

  • Essa é boa. Moscou tem milhões de habitantes e foram às ruas incríveis 3 mil pessoas. Só nível de curiosidade, TODOS os dados socioeconômicos russos batem facilmente os do Brasil. A Rússia hoje chegou a incrível marca de 530 bilhões de dólares de reservas. A quarta maior da Terra e isso tendo uma das menores dívidas públicas do planeta. Quando Putin assumiu a Rússia era um caos e estranhamente elogiada pelo ocidente. Hoje o urso mostra os dentes e o ocidente crítica e se cala diante da ditadura sanguinária Saudita que executa gays, opositores e trata as mulheres como objetivo!

  • …”Heleno Freire
    30 de julho de 2019 às 22:23
    Viva Putin o maior estadista! Descontentamento sempre haverá, o povo gosta da liberdade de expressão, mas isso nem sempre os torna felizes. A liberdade é muito boa, mas pra aqueles que sabem usá-la.”….

    Vejam esse Petaba: A liberdade é muito boa, mas pra aqueles que sabem usa-la…
    LAMENTÁVEL !

  • Ricardo
    30 de julho de 2019 às 22:39
    Essa é boa. Moscou tem milhões de habitantes e foram às ruas incríveis 3 mil pessoas. Só nível de curiosidade, TODOS os dados socioeconômicos russos batem facilmente os do Brasil. A Rússia hoje chegou a incrível marca de 530 bilhões de dólares de reservas.

    CARA, DAS DUAS UMA ! OU VOCÊ ESTÁ SENDO ENGANADO POR ALGUÉM OU QUER ENGANAR ALGUÉM…
    A RÚSSIA ESTÁ EM PLENA DECADÊNCIA ECONÔMICA !
    QUER ALGUM SITE EUROPEU SÉRIO PRA LER ?
    PUTIN HOJE É ODIADO PELA MAIORIA DO POVO RUSSO E É QUESTÃO DE TEMPO PRA ELE SER DEFENESTRADO DO PODER.

Blog Authors

Guilherme Galvão VillaniGuilherme Galvão Villani

Mariliense. Gosto pela Administração, Contabilidade e Finanças. Atu...

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...