Terça Livre > Notícias > Allan Dos Santos > Que sociedade querem para o Brasil os MBLs da vida?
Por Allan Dos Santos
O homem, como todas as coisas, possui uma finalidade. Há uma finalidade em sua busca pela verdade por meio da inteligência, há uma finalidade em suas ações por meio das quais encontrará a felicidade e a paz.
 
E como ele obtém essa finalidade? Por meio de suas ações. As boas ações tornarão o homem feliz, as más o levarão à miséria e a tristeza. E tanto a tristeza como a felicidade são frutos de decisões pessoais, são frutos do mau ou bom uso de sua liberdade. Deste modo, o que plenifica o homem e seu agir é a virtude, assim como o que o degenera e o destrói é o vício.
 
Então, como uma sociedade pode ser livre e feliz sem punir os errantes e premiar os virtuosos, ou punir o vício e promover a virtude? É disso que se trata a Civilização Ocidental que a mentalidade revolucionária, a qual é muito mais ampla que o comunismo e o socialismo, quer destruir.
 
Nossos policiais morrem sem serem honrados, enquanto os bandidos, glorificados, vivem. A meretriz de Instagram é seguida por milhões, enquanto o pai de família trabalhador sequer tem dinheiro para pagar o pão em casa. Estuprador é protegido e criancinhas indefesas são trituradas em métodos que até se envergonham de usar o nome correto e por isso preferem uma expressão verbal camuflada: o aborto. Poderia citar inúmeros exemplos, mas o que quero dizer é isso: ou damos um basta na espinha dorsal desse vírus que destrói nosso organismo social sadio, ou sempre estaremos cuidando da gripe de um corpo com câncer.
Pedro D’eyrot, um dos fundadores do MBL.
É isso que busco alertar quando critico MBLs e Arthurs da vida. Na melhor das hipóteses, movimentos políticos liberais só enxergam a cereja do bolo, a economia, e acham que a sociedade é formada do forno para trás, como se fosse possível cozer alguma receita do fim para o início. Quando nem isso fazem, tiram os méritos de outros tantos brasileiros valentes e roubam a cena do que não fazem, apenas promovem quando viraliza: denúncia do Santander Cultural, Escola Sem Partido, o Acampamento em Brasília, a denúncia contra a ideologia de gênero, a luta contra o aborto (Kim Kataguiri disse-me com todas letras em um bar no RJ que era a favor do aborto) e etc. O motivo? A promoção de si para ter mais “influência” em uma sociedade que eles sabem não ser liberal, mas absolutamente conservadora.
 
Virtude, valores, honra, moralidade, fé, piedade e temor de DEUS são os pilares que CRIARAM NOSSA sociedade. Estando enferma, a solução não é outra senão combater os vícios que a corrompem. Se não for assim, NÃO contem comigo, meu filho e minha esposa.
%d blogueiros gostam disto: