Raquel Dodge pede à PF que investigue invasão a celular de procurador

Raquel Dodge


Nesta quarta-feira (12/6), Raquel Dodge, procuradora-geral da República, solicitou que a Polícia Federal (PF) abra um inquérito para investigar a invasão ao celular institucional do procurador Marcelo Weitzel, um dos integrantes do Conselho Nacional do Ministério Público (CMNP). No ofício, Dodge afirma que procuradores que atuam nas investigações da Operação Lava Jato no Paraná e no Rio de Janeiro também foram alvo de ataques cibernéticos recentemente.

Segundo o conselho, nessa terça-feira, um hacker enviou mensagens por meio da conta do aplicativo Telegram em nome do conselheiro. Na invasão, o suposto hacker se passou por Marcelo e fez críticas à atuação de procuradores da força-tarefa da Lava Jato no grupo formado por procuradores do CNMP. A falsa identidade foi descoberta quando um dos integrantes do grupo desconfiou que o texto não seria de autoria do procurador.

No último fim de semana, o site The Intercept Brasil divulgou supostos diálogos que o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, teria mantido com procuradores da Lava Jato em Curitiba quando era juiz. A PF também investiga o caso.

Em nota, a Justiça Federal no Paraná confirmou que a juíza federal Gabriela Hardt, responsável por uma das sentenças condenatórias contra o ex-presidente Lula, também teve o celular invadido na mesma época relatada pelos procuradores da Lava Jato. Em nota divulgada à imprensa, a juíza considerou a invasão um atentado contra a segurança de Estado.

* Com informações de Agência Brasil

Sobre o Colunista

Redação TL

Redação TL

5 Comentários

Clique aqui para comentar

  • A mídia sensacionalista lacradora marrom, continua ignorando e manipulando com desinformação e desserviço à sociedade brasileira, sobre o crime de espionagem internacional!

    Cadê o serviço de inteligência brasileira?

  • TheIntercept, First Look, Glenn Greeenwald, Pierre Omidyar. Seria uma organização de criminosos?
    Polícia Federal já está investigando?

  • kkkkkkkkk 283 dias sem saber quem são os mandantes da tentativa de assassinato contra Jair Bolsonaro. Imagine quantos dias a PF irá levar para descobrir qualquer coisa sobre uma invasão de celular!!… Palpite: 2.830 dias. Ahh…. no dia que a população parar de ligar para o que a extrema-imprensa acha ou não legal fazer… nesse dia, sai da reta, Congresso!! p.s. Muito inteligente por parte da esquerda ter nos distraído para conseguir neutralizar o decreto de ontem lá na CCJ. Parabéns! 😉

Blog Authors

Guilherme Galvão VillaniGuilherme Galvão Villani

Mariliense. Gosto pela Administração, Contabilidade e Finanças. Atu...

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...