BrasilNotícias

Rosa Weber vota contra Lula

Sob pressão, ministra pode ter definido futuro do país

A ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), votou para rejeitar o pedido de habeas corpus do ex-presidente Lula, condenado a mais de doze anos de prisão pelo TRF4. Com isso, a tendência é que o habeas corpus seja negado. A posição da ministra era a incógnita do julgamento.

O julgamento ainda não terminou: faltam os votos de cinco ministros. Entretanto, a posição deles sobre a execucação de pena após a condenação em segunda instância — tema central na situação de Lula — já é conhecida, o que permite prever o placar final. Qualquer ministro pode mudar seu voto antes do término da sessão.

Já haviam votado para rejeitar o habeas corpus os ministros Edson Fachin e Luís Roberto Barroso. A expectativa é que Luiz Fux e Cármen Lúcia também votem nesse sentido.

Gilmar Mendes foi favorável ao pedido da defesa do ex-presidente. Ele deve ser acompanhado por Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski, Marco Aurélio Mello e Celso de Mello.

Caso o habeas corpus seja negado pelo STF, o ex-presidente poderá ser preso.

Informações: G1

Ver mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close