Senado derruba decreto de armas

esmagando armas


Por 47 votos a 28, o Plenário do Senado acaba de aprovar o Projeto de Decreto Legislativo (PDL) 233/2019, que derruba o Decreto presidencial 9.785, de 2019, que flexibiliza regras para a posse e o porte de armas. A matéria vai à Câmara dos Deputados.

Assinado em maio pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, o decreto concede porte a 20 categorias profissionais e aumenta de 50 para 5 mil o número de munições que o proprietário de arma de fogo pode comprar anualmente. Medidas que facilitam o acesso a armas e munição faziam parte das promessas de campanha de Bolsonaro.

Veja a consulta pública sobre o PDL de autoria do senador Randolfe Rodrigues (REDE-AP), que recebeu relatório favorável do senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB-PB).

Sobre o Colunista

Redação TL

Redação TL

10 Comentários

Clique aqui para comentar

  • O primeiro resultado prático e catastrófico do “Previdência acima de tudo, Deus acima de todos.” Por que se apressaram em derrubar esse decreto?? Quem advinha?! Parabéns Olavo de Carvalho, de novo, de novo e, de novo, por ter razão de novo e se afastar dessa promiscuidade absoluta que é a politica(gem) brasileira. E obrigado por por nos aconselhar a fazer o mesmo. Tudo tem um limite, e de repente começa a custar mais do que vale. Me chamem quando for pra ser sério. Dia 30 vai pedir com educação de novo, direita legal?! Contra esses vermes não existe argumento, só a força.

  • Mais uma vez indo CONTRA A VONTADE POPULAR !
    Esses caras estão fazendo o que o agora preso Lula fez no Passado, desrespeitando a decisão do resultado do Plebiscito de 2005 !!

  • Um bando de CANALHAS, votando contra o povo. O Brasil está tomado por políticos que só pensam neles mesmo e nos interesses dos CORRUPTOS. Enquanto isso os bandidos estão fortemente armados. Estão fazendo de tudo para se manter a política do PT e sejam derrubados TODOS os projetos do novo governo. Somente do sistema de governo do PT esses políticos interesseiros teriam vez com o agraciamento de vagas nos ministérios. Sou um brasileiro indignado com o quadro SEBOSO de nossa política em função de certos políticos tais como os da esquerda. Tanta podridão nesses últimos 14 anos e ainda assim, mesmo ELEGENDO por MAIORIA um novo governo, a Câmara dos DEPUTADOS e SENADO, na sua maioria, continua LUTANDO CONTRA a MAIORIA do POVO BRASILEIRO.

  • Pessoal, dia 30/06/2019, temos que ir as ruas em massa, pois esses psicopatas, no poder, só entendem desta forma.

  • Esse é um exemplo perfeito da repúblico nesse país de bosta que vivemos, quando um bando de retardados (políticos) age contra os interesses dos brasileiros, se o Brasil ainda fosse uma Monarquia Parlamentar constitucional o imperador através de uma consulta popular poderia dissolver esse parlamentar e pedir novas eleições fim do problema.

  • Mais de setenta milhões de brasileiros nao possuem rede de esgoto em suas moradias e, se perde tempo discutindo o uso de armamento por uma minoria que deseja e pode pagar para tal. Sou policial e sinto temor só em imaginar pessoas comuns portando qualquer tipo se armamento.

  • Os Senadores que votaram contra o Decreto de armas não respeitam a Constituição Federal de 1988! A CF/88 previu que haveria um referendo para tratar da posse e do porte de armas – este referendo aconteceu em 2005 – 68% da população brasileira decidiu que queria o porte e posse de armas. LULA passou por cima da CF/88 e da decisão do povo por referendo e praticamente impossibilitou que o cidadão de bem tivesse suas armas. Agora, os senadores passaram por cima da CF/88 e fizeram o mesmo que Lula. O que a PGR – Raquel Dodge fez? NADA – esta senhora tem o dever de peticionar no STF todas as vezes que a CF/88 é desrespeitada. LULA=SENADORES CONTRA AS ARMAS=RAQUEL DODGE – TUDO FARINHA DO MESMO SACO!!!!

  • E to vendo que o jeito é tirar esses bando de corruptos que votaram contra a força do senado já está na hora de separar as bananas podres do caixo

Colunistas

Guilherme Galvão VillaniGuilherme Galvão Villani

Mariliense. Gosto pela Administração, Contabilidade e Finanças. Atu...

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...