fbpx

Senado Federal foi o mais produtivo dos últimos 25 anos, segundo relatório de Alcolumbre

 


O presidente do Senado, Davi Alcolumbre, considera que o primeiro semestre de 2019 foi o mais produtivo dos últimos 25 anos, com base em relatório da Secretaria Geral da Mesa divulgado nesta semana.

Desde o início da Legislatura, em 1º de fevereiro, o Parlamento deliberou 134 matérias, entre propostas de emenda à Constituição (PECs), medidas provisórias e projetos de lei.

Ele comemorou a produtividade e disse que a vitória é dos  presidentes das comissões, da Mesa, dos líderes e do conjunto dos 81 senadores que compõem a Casa.

Segundo divulgou o Senado Federal, entre as atividades aprovadas está o fim da propaganda de cigarros, penas mais duras para traficantes de drogas, segurança em barragens de mineração, voto aberto para perda de mandato de parlamentares, adesão automática ao cadastro positivo.

Das proposições discutidas no primeiro semestre, 131 tiveram decisão final, sendo 90 aprovadas no Plenário e 41 nas comissões. Os textos seguiram para sanção presidencial ou para a análise da Câmara.

A maior parte das proposições tem como autores os próprios senadores (68), seguidas de matérias oriundas da Câmara dos Deputados (47), do Poder Executivo (15) e de tribunais, do Ministério Público da União e da Defensoria Pública da União (1). A área social responde por 45 proposições, seguida pela jurídica (37), econômica (21), administrativa (15), além de homenagens (13).

O Plenário realizou 120 sessões no período, 41 delas deliberativas. Nas comissões, foram 374 reuniões e 487 pareceres proferidos. A Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) lidera o ranking de reuniões realizadas, com 68 encontros. Em seguida, aparecem as comissões de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE), com 39; de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), com 36; e de Educação, Cultura e Esporte (CE) e de Assuntos Sociais (CAS), com 30 cada uma.

Sobre o Colunista

Bruna de Pieri

Bruna de Pieri

Jornalista e católica.

4 Comentários

Clique aqui para comentar

  • Iremos comemorar quando virmos Alcolubre e Maia na PAPUDA quando ninguém do STF também não estiver com rabo preso. CANALHAS SANGUESSUGAS GANANCIOSOS LADRÕES DA REPÚBLICA.

  • Finalmente os parlamentares do Brasil começaram a derrubar a ‘ditadura oculta’ da corrupção que a Esquerda implantou descaradamente como ‘balcão de negócios’.

    Ainda existe alguma corrupção na política e provavelmente nunca acabará mas pra quem entende que essa sutil mudança já é um passo enorme que dá a nossa República Democrática para longe do modelo ditatorial Comunista, movido a dinheiro de metacapitalistas e corrupção generalizada.

    Diminuir a corrupção para níveis baixos e toleráveis para que nosso país possa voltar ao caminho das grandes nações que ocupam seu lugar de destaque no mundo!

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...