Senador propõe fim do auxílio reclusão

Marcio Bittar


O senador Marcio Bittar (MDB), apresentou uma Proposta De Emenda à Constituição (PEC N° 3, DE 2019), no início deste ano (2019), em Brasília, que extingue o auxílio reclusão. Segundo ele, trata-se de “assistencialismo exacerbado“.

“É assistencialismo exacerbado, que acaba por gerar consequências não previstas tais como fraudes e abusos com o dinheiro dos pagadores de impostos.

O excesso de assistencialismo e bons tratos com marginais e seus dependentes são verdadeiros acintes às vítimas e a seus familiares, que não recebem nenhum auxílio e muitas vezes veem prevalecer a injustiça com penas
brandas e leniência na execução penal de seus algozes.”, afirma senador.

Fonte: Agência Senado

 

Sobre o Colunista

Redação TL

Redação TL

24 Comentários

Clique aqui para comentar

  • SEM IRONIA!!!
    SEM GOZAÇÃO!!!!

    PARABÉNS!!!!!

    Conseguiu enxergar o óbvio ululante em um País de 200 milhões de [autoridades] condutores CEGOS!!!!!!

    Inacreditável!!!!
    Quem tem um olho é Rei…

  • Acho engraçado como a desinformação de parlamentares sempre é elevada a níveis nunca antes vistos.
    O Senador diz: “…às vítimas e a seus familiares, que não recebem nenhum auxílio…”
    Acho que faltou o Senador pesquisar, pois, existe um benefício previdenciário que utiliza das mesmas regras para concessão que o auxílio Reclusão e que é concedido a dependentes de segurado falecido: PENSÃO POR MORTE.

    Pessoal conservador/liberal, por favor, estudem sobre o auxílio Reclusão (não só sobre ele, mas para tudo. Pois na mente em que o conhecimento é ausente, a ignorância reina) antes de falarem asneiras.

  • PEDRO DOS SANTOS NETO, você diz que é justo que um estuprador, um estelionatário, um assaltante, um traficante, enfim, qualquer tipo de marginal receba um auxílio e suas vítimas não, afinal, só é justo a vítima receber algo se o caso for de HOMICÍDIO, já que o que está previsto na lei é UMA MERDA DE AUXÍLIO CHAMADO DE PENSÃO POR MORTE. Vai a PQP, seu aleijado mental, ninguém deve ser recompensado por fazer o ERRADO, direitos humanos são para humanos direitos seu imbecil, caso contrário o governo INCENTIVA pessoas a fazerem coisas erradas, não seja tão imbecil ao tentar defender o indefensável.

  • Alexandre Machado o Pedro Henrique dos Santos está correto, o auxilio não é decorrente do crime cometido, mas, de pessoas que contribuem para a previdência, ou seja, a origem é diversa, pouquissímos presos recebem e é baseado em lei com décadas (antes mesmo de 1964). Tal auxilio existe em diversos países, inclusive nos mais liberais, mas, de toda forma, com o depoimento do Queiroz hoje, pode ser que em futuro membros da famiglia bolsonaro precisarão desta ajuda, nunca é bom esquecer.

  • Finalmente um sanador entendeu o desejo da grande maioria da população, que consiste em cortar as benesses a bandido e fazer com que eles sintam a mão pesada da justiça.

  • Vamos acabar com privilégios destes bandidos.
    Para assassinos, PENA DE MORTE!

    No Brasil, devido a CERTEZA da impunidade, é que se comete tantos crimes!

  • Já é um bom começo. Após precisamos dar trabalho aos detentos para que possam gerar seus próprios alimentos e ajudar o cobrir os gastos com o sistema prisional. O trabalho pode ajudar na reeducação dos detentos que tiverem alguma chance de recuperação.

  • Show de bola!
    O Estado se diz sem verba para pagar aposentadorias e propõe arrochar a iniciativa privada ainda mais a fim de manter alguns privilégios ditos “direitos adquiridos”.

    Infelizmente em relação à inciativa privada só existem deveres atribuídos. Incluso o de cobrir aposentadorias nababescas da elite estatal.

    Aliás o Estado sem verba cobre rombos nas estatais que fazem APORTE em fundos de pensão ou até cobre os rombos e roubos diretamente nos fundos para garantir as boas aposentadorias dos funcionários do Estado ao custo e esfolar a iniciativa privada:

    Os trabalhadores pobres espremidos para financiar aposentadorias nababescas de funcionários do Estado.

    Sobre verbas há de sobra até para transportar e fazer a segurança de um bandido para ir ao velório do neto.
    Contudo, por culpa desse bandido, muilhares de crianças já morreram por FALTA de ATENDIMENTO em hospitais devido a “falta de verba”.

    Remédios caros para salvar a vida de acientes sem recursos para compra-los levam meses no judiciário para ser autorizada a cocessão. Muitas pessoas MORREM esperando o judiciário decidir determinar o fornecimento de remédios aos pacientes sem crimes nas costas.

    Se falta dinheiro nos governos para equipar hospitais e postos de saúde, pagar exames e até leitos e remédios, NÃO FALTA DINHEIRO PARA HELICÓPTERO e JATINHO para levar um BANDIDO SORRIDENTE ao velório do neto.

    …e os lacradores em sua VAIDADE não perdem a oportunidade de se PAVONEAREM exibindo comoção pela morte de uma específica criança, sem pensar nas muitas outras que morrem todos os dias, ao apoiarem a gastança de dinheiro público com viagem de bandido quando tal DEVERIA SER GASTO PARA SALVAR A VIDA de OUTRAS CRIANÇAS que VÃO MORRER por “FALTA de VERBA”.
    …CUISP!!!
    HIPÓCRITAS, RAÇA de VÍBORAS!

  • Pessoal, olha o que diz o site do INSS: “Benefício devido apenas aos dependentes do segurado do INSS preso em regime fechado ou semiaberto, durante o período de reclusão ou detenção. O segurado não pode estar recebendo salário, nem outro benefício do INSS”.
    O benefício é só para dependentes do SEGURADO…
    Pergunto: Alguém acha que bandido é segurado do INSS? Alguém acha que bandido paga INSS todo mês?
    Esse benefício é para aquele trabalhador que recolhe para o INSS e que porventura venha a cometer um crime… como fica a família dessa pessoa?
    Esse senador é um político oportunista que quer aparecer.
    Existe muita ignorância sobre esse assunto.
    E vocês do Terça-Livre deveriam buscar a verdade… e não o sensacionalismo.

  • O INSS é sistema de SEGURIDADE… portanto o auxílio-reclusão é como uma cobertura de um seguro… e só é devido para quem recolhe/paga sua contribuição todo mês para o INSS. Bandido/traficante não contribui para o INSS. Santa ignorância…

  • Tem gente que é ingênua pra pensar que o auxílio reclusão é um sistema de proteção que serve para o trabalhador na eventualidade de ser preso possa sustentar sua família. Pois aqui vai uma informação pra vc que pensa assim: as organizações criminosas tbm pagam a contribuição previdenciária de seus associados para quando forem presos eles possam fraudar o sistema.

  • Ricci não é legal ficar mentindo para puxar o saco do senador. Qual a base de dados para tal informação? O percentual de presos que recebem o tal auxilio é ínfimo e os gastos da previdência com estes é no percentual de 0,1% do sistema. Agora que tem que, como tudo fiscalizar é verdade, mas, seu argumento está errado e sem fundamento, pois não retira a condição de assegurado e não compreende o que se trata

  • Excelente!!! Tomara que seja aprovado e acabe com esse absurdo. É inconssebível que um criminoso receba sem esforço nenhum esse auxílio. Sim o dinheiro vai para família, mas e a família da vítima que não recebe nada e muitas vezes fica em dificuldade porque a vítima foi o chefe de sua família. Pra receber dinheiro o criminoso precisa trabalhar, assim como todo mundo.

  • parabéns Senador, se tiver que dinheiro nosso (impostos) para alguém nesta área que seja para a família da vítima e não premiar o infrator. Leve

  • PEDRO HENRIQUE DOS SANTOS NETO As pessoas não querem receber pensão por morte seu jumento, elas querem viver e ver seus parentes vivos. Em que país de sã consciência remunera delinquente e não remunera desempregados( mais de 12 milhões)? Só o Brasil. Isso tudo porque havia imbecil da esquerda no poder. É ladrão ajudando ladrão. Mas acabou. O choro é livre, fique a vontade.

  • Excelente idéia! Bandido só tem o direito de ficar preso, mais nada.

    Chega se socialismo, o povo cansou de ser otário.

    Viva a Nova Era na política! Viva a direita! Viva o direito!

  • Gente isto só existe no Brasil, piada no exterior. Onde já se viu, o bandido mata um Pai de família com 3 filhos, pega pena de 100 anos, não pode ficar preso por mais 30 anos. Cumpre 1/6 da pena, ou seja 5 anos, e já pode sair da cadeia no semiaberto pra cometer novos crimes durante o dia e se refugiar no escritório particular com seguranças e comida de graça =cadeia, ahhh e ainda recebe mais de 01 salário mínimo/ mês por isso. Enquanto isso, a família da vítima não recebe nenhum tipo de auxílio, inclusive financeiro, e ainda tem que pagar o salário e a estadia do assassino de marido e Pai de família de 3 crianças agora órfãs.

Colunistas

Guilherme Galvão VillaniGuilherme Galvão Villani

Mariliense. Gosto pela Administração, Contabilidade e Finanças. Atu...

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...