BrasilNotícias

Senadores lulistas tentam se aproveitar de visita de Comissão do Senado a Lula, mas são barrados pela Justiça  

Quatro senadores foram barrados pela juíza federal Carolina Lebbos de irem verificar as condições de encarceramento do ex-presidente condenado Luiz Inácio Lula da Silva, o Lula (PT).

É que estes parlamentares não integram a Comissão de Direitos Humanos do Senado Federal.

Além disso, a juíza também determinou que o uso de aparelhos eletrônicos dentro da sede da Polícia Federal será proibido, para evitar que se façam vídeos panfletários com o preso.

Os senadores barrados são Humberto Costa (PT), José Pimentel (PT), Roberto Requião (MDB) e Lídice da Mata (PSB).

Os quatro defensores de Lula tentaram aproveitar a visita da Comissão para conversar com ex-presidente condenado. De acordo com a juíza, o objetivo do ato não é uma visita comum, portanto apenas os membros da Comissão poderão participar da vistoria.

Terão acesso, portanto, os senadores Regina Sousa (PT), Paulo Paim (PT), Vanessa Grazziotin (PCdoB), Lindbergh Farias (PT), Gleisi Hoffmann (PT), Paulo Rocha (PT), João Capiberibe (PSB), Fátima Bezerra (PT), Telmário Mota (PTB) e Ângela Portela (PDT).  Na lista, já há petista de sobre para o proselitismo comum ao partido.

Tags
Ver mais

Artigos relacionados

Um Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close