MundoNotícias

Situação de venezuelanos em Roraima reflete o que é fugir do socialismo

Nos últimos três anos, mais de 20 mil venezuelanos pediram refúgio ao Brasil

Populações inteiras fugindo de regimes tirânicos sustentados em uma ideologia nefasta que recebe o apoio de “intelectuais” que estão distante do sofrimento dessas pessoas. Todos estes intelectuais estão confortáveis em seus gabinetes e em países que desfrutam, bem ou mal, de uma democracia.

Esta é a situação dos venezuelanos que buscam se libertar das garras do desgoverno de Nicolas Maduro.

Não é um fato inédito na História. Já aconteceu em todos os países que aderiram ao socialismo e ao comunismo. Todos esses regimes encontraram apoio em uma intelectualidade orgânica ou em líderes populistas, como ocorreu com a URSS e como ocorre com Cuba. Somente quem sofre na pele é que realmente consegue dimensionar a tragédia.

Em Roraima, centenas de venezuelanos estão em situação deprimente na busca por dias melhores. Na manhã de hoje, 04, houve uma verdadeira operação envolvendo mais de 500 imigrantes que moram em um abrigo no bairro Tancredo Neves, na cidade de Boa Vista. Eles foram deslocados para o ginásio Tancredo Neves, vizinho ao estádio onde estavam, para que possa ser feita a higienização e organização do espaço.

O governo federal mobilizou uma força-tarefa humanitária para garantir o mínimo aos imigrantes que há seis meses se encontram abrigados em condições insalubres. É que se esperava abrigar 400 pessoas, mas o espaço acabou com cerca de mil moradores.

As condições precárias e o excesso de pessoas fizeram com que o lugar virasse uma favela dentro do abrigo. Havia esgoto estourado em meio aos barracos, insegurança, registros de violência e até consumo de drogas.

A maioria dos venezuelanos afirma que, mesmo diante das condições que encontraram, decidiu ficar porque vem ao Brasil atrás de comida e trabalho para tentar ajudar as famílias que ficaram na Venezuela.

Eis a face real do socialismo.

Nos últimos três anos, mais de 20 mil venezuelanos pediram refúgio à Polícia Federal. Por dia, estima-se que 450 imigrantes cruzem as fronteiras do país. Na capital Boa Vista, são 40 mil venezuelanos, conforme dados da Prefeitura Municipal.

Tags
Ver mais

Artigos relacionados

3 Comentários

  1. Estava pensando cá com meus botões.
    A Russia interveio na Síria a favor do governo do ditador bachara lassad, no entanto quem tem que absorver os imigrandes(problema gerado pelo ditador) são E.U.A e Europa? Pararam pra pensar nisso?. Assim, a Venezuela acredito que o governo brasileiro deve responsabilizar o Ditador Maduro e impor condições, porque fica muito fácil empurrar a responsabilidade para o estado vizinho. A percepção é que se cobra a ajuda da Europa e EUA, do Brasil, mas não se cobra nada ou não se responsabiliza o estadista ou regime que causa a imigração.
    Não sou contra ajudar os imigrantes que fogem de seus países destruidos, mas não se pode permitir que o POVO não tenha seus direitos respeitados dentro do seu próprio país a ponto de fugir.

  2. Quero acrescentar um exemplo: governo Sírio apoiado belicamente pela Russia, a Russia não é responsabilizada em absorver os imigrantes e de lhes dar suporte. Considerando que a Russia contribui para a causa da imigração por que responsabilizar qualquer pais que se negue a aceitar imigrante deste contexto?
    Gostaria de deixar essa discussão.

  3. Distribuição de bens entre os amigos do governo Venezuelano apenas, por isso o povo padece. Socialismo entre os amigos.Querem isso no Brasil também, só que o Bolsonaro vem aí e o bicho vai pegar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Close