Toffoli cassa decisão que impõe tornozeleira eletrônica a Dirceu



A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) liberou provisoriamente o petista José Dirceu. Por isso, na última sexta-feira (29), o juiz Sérgio Moro decidiu impor o uso de tornozeleira eletrônica ao petista, com a justificativa de que, com a soltura, deveriam ser retomadas medidas cautelares impostas ao ex-ministro. “A prudência recomenda o monitoramento para eletrônico para proteger a aplicação da lei penal”, afirmou Moro na decisão. Porém, Dias Toffoli, que faz parte da mesma Segunda Turma que soltou Dirceu, derrubou não só esta como outras medidas cautelares impostas ao petista, como, por exemplo, deixar o país, deixar a cidade de domicílio (Brasília) e se comunicar com outros acusados ou testemunhas. A decisão foi tomada sem solicitação por parte da defesa.

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...