MundoNotícias

Trinta terroristas do ISIS são mortos na Síria

O “Observatório Sírio dos Direitos Humanos” afirmou nesta segunda-feira (23), que pelo menos 30 terroristas dos Estado Islâmico foram mortos em confrontos com forças do regime sírio.

Há vários dias, as forças de Bashar al-Assad bombardearam o acampamento palestino de Yarmuk e bairros vizinhos controlados, em sua maioria, pelo EI, e situados na periferia sul da capital.

Desde quinta-feira, 15 soldados pró-regime e 19 terroristas morreram nos embates, apontou o OSDH, acrescentando que pelo menos 12 civis, incluindo mulheres e crianças, morreram na última semana.

“As forças do regime continuam bombardeando os setores sul da capital com ataques aéreos, disparos de artilharia e foguetes”, disse à AFP o diretor do OSDH, Rami Abdel Rahman.

Depois que o governo sírio anunciou a reconquista total dos territórios rebeldes em Ghuta Oriental, os novos alvos são os focos de resistência no sul de Damasco.

Trata-se de zonas controladas, em grande parte, pelo EI desde 2015.

Em sete anos, o conflito na Síria já deixou mais de 350 mil mortos, segundo o OSDH. Do total de vítimas, 106.390 são civis, entre elas 19.811 crianças.

Fonte: Agence France-Press

Ver mais

Artigos relacionados

Um Comentário

  1. Mas parece que Direitos Humanos não estão preocupados com as mortes na Síria em todos estes anos! Isto faz parte do pacote de maldades deles! Estão preocupados é em proteger bandidos, como senhor Luís Inácio! Tem que dar à ele o direito de esgotar todos os recursos antes de uma prisão. Isto implica dizer, que ficará solto até prescrever à sentença. Muitos irão fazer o.mesmo, e não necessitará mais existir presídios! Teremos que sermos eternamente reféns dos mesmos, já que para nós cidadãos de bem, não existe direitos, só obrigações!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close