fbpx

TSE estuda trocar urnas eletrônicas por voto no celular ou computador



O Tribunal Superior Eleitoral quer substituir a urna eletrônica e possibilitar que o brasileiro possa usar o computador ou até mesmo o celular para votar.

Mais de 30 empresas já demonstraram interesse em serem as responsáveis pelo desenvolvimento da nova tecnologia como noticiou UOL.

O edital foi lançado pelo TSE no dia 28 de setembro. Entre os interessados estão Amazon e IBM.

O objetivo da mudança seria diminuir o custo das eleições e aumentar o número de eleitores que votam.

Segundo Sandro Vieira, juiz auxiliar da presidência do TSE e coordenados do projeto Eleições do Futuro, três cidades do país participarão do teste do voto online, já no primeiro turno das eleições.

Os colégios eleitorais ficam nas cidades de São Paulo, Curitiba e Valparaíso de Goiás.

Nas urnas com voto online, as opções serão candidatos fictícios.

“No dia da eleição, três empresas montarão estandes em cada local de votação. O eleitor que quiser participar da simulação receberá as orientações para votar”, diz Vieira. “O TSE acompanhará os resultados”, explicou Vieira ao UOL.

A notícia foi comentada no Boletim da Noite desta quinta-feira:

 

Sobre o Colunista

Bruna de Pieri

Bruna de Pieri

Jornalista e católica.

Comente

Clique aqui para comentar

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...