Uso de canudos plásticos está proibido no Estado de São Paulo



O governador de São Paulo, João Doria, sancionou na edição de sábado (13) do Diário Oficial da União a proibição de uso de canudos plásticos em todo o Estado.

Fica proibido o fornecimento do produto aos clientes em hotéis, restaurantes, bares, padarias, clubes noturnos, salões de dança e eventos musicais de qualquer espécie, entre outros estabelecimentos comerciais.

Os canudos de plástico devem ser substituídos por canudos de papel reciclável, material comestível ou biodegradável, embalados individualmente em envelopes hermeticamente fechados feitos do mesmo material.

O estabelecimento comercial que não cumprir a medida, poderá ser multado. A multa pode ser de R$ 530 a R$ 5.306, podendo ser aplicado em dobro em caso de reincidência.

O deputado estadual Rogério Nogueira (DEM), autor do projeto de lei que trata do assunto, afirma que “o canudo plástico é um dos maiores problemas ecológicos contemporâneos. Se cada brasileiro utilizar um canudo plástico por dia, em um ano, serão consumidos 75.219.722.680 canudos. Pesquisas mostram que mais de 95% do lixo nas praias brasileiras é de material plástico. E, assim como outros resíduos, todo esse material acaba invadindo o mar, prejudicando o habitat natural e a saúde dos animais que, com muita frequência, morrem por ingestão desse plástico descartado pelos humanos”.

Na capital paulista, a lei que proíbe o fornecimento de canudos de plástico está em vigor desde junho, mas com prazo de regulamentação de 180 dias.

Sobre o Colunista

Bruna de Pieri

Bruna de Pieri

Jornalista e católica.

7 Comentários

Clique aqui para comentar

  • Agora teremos que usar os copos de plástico no lugar. Com a desculpa de proteger a natureza inventam cada maluquice…

  • É evidente, mais do que nunca, a força do poder cultural que o Professor Olavo, e alguns outros, nos alerta há tempos.

  • Nossa, qt “preocupação” com meio ambiente. Agr as pessoas serao obrigadas a tomar qq líquido sem canudo aqui em SP. Espero q essa moda n pegue no resto do país

  • Os governos proibem canudos, mas a população continua jogando esgoto/mer–da no Tiete e em outros rios. Tem a adutora em Santos que joga o esgoto diretamente no mar, isto a mais de 100 anos.

  • Essa lei é igual à piada da proibição de sacos em supermercado em alguns estados do sudeste. O cliente não leva mais as mercadorias assim e então não pode usar pra acondicionamento de lixo, mas pra colocar o lixo na rua tem que comprar SACOS de lixo, o que acaba dando no mesmo.

Colunistas

Guilherme Galvão VillaniGuilherme Galvão Villani

Mariliense. Gosto pela Administração, Contabilidade e Finanças. Atu...

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...