Venezuelanos se acorrentam em hospital infantil para exigir remédios - Terça Livre TV
MundoNotícias

Venezuelanos se acorrentam em hospital infantil para exigir remédios

Cerca de 20 pais de crianças transplantadas, ou em diálise, se acorrentaram nesta terça-feira (20) por várias horas em frente a um hospital de Caracas para exigir do governo medicamentos para seus filhos.

“Por favor, ajudem-nos, nem eu, nem meus amigos queremos morrer”, implorou Carlibeth Falcón, de 11 anos, ao lado de seu pai, acorrentado ao hospital JM de los Ríos.

O homem denunciou que sua filha está há dois dias sem tomar o medicamento que evita a rejeição a um rim doado.

“Que não venham dizer que isso é um show midiático”, declarou à imprensa Carlos Falcón. Sua filha carregava um cartaz com a frase: “Ajuda, meu rim e minha vida estão em risco por falta de imunossupressores”.

Estima-se que 3.500 transplantados “não têm acesso a imunossupressores”, dos 16 mil pacientes renais do país.

Além da falta de medicamentos para pacientes crônicos – cujo fornecimento é de responsabilidade do Instituto de Previdência Social -, houve o fechamento de 35 das 129 unidades de diálise, destacou Valencia.

Segundo a escassez de medicamentos para doenças de alto custo chega a 95%, enquanto a de essenciais, como hipertensivos, é de 85%, segundo a Federação Farmacêutica.

© AFP 
Agence France-presse

 

Ver mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Close