Votação da reforma da Previdência é adiada para 22 de outubro



O vice-líder do governo no Senado, senador Chico Rodrigues (DEM-RR), informou que a votação em segundo turno da reforma da Previdência deve ocorrer no dia 22 de outubro.

Um grupo da oposição foi contra reduzir prazos que possibilitariam a votação da PEC ainda nesta semana. Um grupo de senadores ameaçou não votar a matéria em segundo turno, sem que os recursos do pré-sal sejam divididos entre estados e municípios.

A votação em segundo turno da PEC da reforma da Previdência já vem sendo postergada desde que foi aprovada em 1º turno.

De início, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre disse que pretendia concluir a votação antes do dia 10. Depois, disse que teria de ser adiada para o dia 15. Agora, a expectativa é de que aconteça no dia 22 deste mês.

Além da discussão do acordo dinheiro do pré-sal, outro fator que poderia adiar a votação, segundo o Senador Major Olímpio (PSL/SP), é a canonização da Irmã Dulce.

Olímpio disse em evento na Universidade Presbiteriana Mackenzie que os senadores que viajarão ao Vaticano nesta semana para acompanhar a canonização da Irmã Dulce precisariam voltar ao Brasil na próxima segunda-feira, dia 14. “Meus colegas senadores estão querendo colocar situações para discutir e para protelar a reforma”, afirmou.

 

Colunistas

Guilherme Galvão VillaniGuilherme Galvão Villani

Mariliense. Gosto pela Administração, Contabilidade e Finanças. Atu...

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...