Vulcão nas Filipinas: milhares de pessoas são retiradas do local

Vulcão Filipinas


Cinzas levaram autoridades a suspender voos para Manila

Milhares de pessoas tiveram que ser retiradas da Ilha de Luzon, nas Filipinas, por causa de um vulcão que entrou em erupção nesse domingo (12/1).

O Instituto Filipino de Vulcanologia e Sismologia informou que a atividade começou por volta das 13h, nas proximidades de uma cratera do vulcão Taal. A erupção, que acredita-se ter sido provocada por vapor, levantou fumaça e cinzas a uma altura de até 15 quilômetros (km).

O vulcão, de cerca de 300 metros de altura, fica em uma ilha no meio do lago Taal, a cerca de 60 km ao sul da capital Manila. A região atrai muitos turistas.

O instituto elevou o alerta em torno do Taal para 4, o segundo maior em uma escala que vai até 5, alertando que outra erupção perigosa poderia ocorrer no local dentro dos próximos dias.

Autoridades estão instruindo as pessoas, em um raio de 14 km do vulcão, a deixar o local. Elas informam que não receberam relatos de feridos até o momento.

As cinzas do vulcão levaram a autoridade aeroportuária do país a suspender todos os voos de e para o Aeroporto Internacional Ninoy Aquino, de Manila.

Sobre o Colunista

Ricardo Roveran

Ricardo Roveran

Estudante de artes, filosofia e ciências. Jornalista, crítico de arte e escritor. Escrevo por amor e nas horas vagas salvo o mundo.

Twitter: @RicardoRoveran

Comente

Clique aqui para comentar

Colunistas

Guilherme Galvão VillaniGuilherme Galvão Villani

Mariliense. Gosto pela Administração, Contabilidade e Finanças. Atu...

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...